17.8.07

Crise Imobiliária no EUA

"O pessimista reclama do vento, o otimista torce para que ele mude e o realista ajusta as velas" (William George Ward, téologo inglês)

Dentro da minha pouca experiência, quero fazer umas observações. Antes, para entender um pouco a crise, veja essa animação lá no UOL:

clique para a ver a animação

Enfim, faz 5 anos q as bolsas do mundo todo vem batendo recorde atrás de recorde... subir pra sempre não ia né! :-/

essa crise fazia tempo q tava pra desenrolar... o Jonas da comunidade Investidor Agressivo (Orkut / Fórum) já cantava a bola a quase 2 anos atrás...

uma boa alma salvou os tópicos antes da comunidade ser apagada, esse tópico q é bem melhor q uma AULA DE MACROECONOMIA e (pra quem não têm preguiça) esclarece mto sobre a situação atual:

http://www.box.net/index.php?rm=box_v2_download_shared_file&file_id=f_84714531

Mta gente tava ligada na possibilidade, haviam sinais mas nada era definitivo... as bolsas tavam subindo... ngm queria pular fora do barco...

Agora a crise já tá aí. Não tem setor imune a ela. A curto prazo o dólar pode talvez subir um pouco, mas a tendência é perder valor. Sobre a crise, ngm sabe a real gravidade nem se vai durar mto ainda.

Além da crise imobiliária (q já é feia), a economia global tb deve enfrentar outros desafios, pra citar alguns:
  • Desmantelamento dos carry trades

    "Carry trade" é pegar dinheiro emprestado em um país com juros baixos (Japão, Suiça) e aplicar na em um país com juros altos (Brasil)

    No entanto, tendência de aumento nos juros desses países e a tendência de queda nos juros do Brasil... essa operação já não está mais tão rentável e segura como antes, ocasionando na retirada de investimentos do Brasil

  • Ascensão da China

    Traçando um pior cenário, improvável mas possível.. a concorrência chinesa pode ainda gerar mtas ações protecionistas nos outros países, q podem acabar se voltando para seus mercados internos.

    Então a China desesperada pode descarregar sua imensa reserva de dólares desvalorizando absurdamente a moeda americana, levando a uma crise financeira global.

  • Outros desafios

    Alguma zica em algum emergente, tigres asiáticos, países produtores de petróleo, guerras, atentados, tragédias naturais...
Mas fica frio q não to querendo tocar o terror em ngm! tem as notícias boas tb:
  • A economia interna brasileira está numa fase boa, com uma reserva considerável, é um país atraente para os investidores, com várias empresas show!!
o q simplesmente quero dizer é q não podemos esquecer q investimento em Ações é investimento de Risco! :-/ qdo as bolsas sobem, as pessoas esquecem...

Colocam dinheiro q não podem perder, alguns fazem empréstimos (!), vendem bens e colocam td na bolsa! Pensam q descobriram a máquina da fortuna!

compram td qto é papel sem estudo... qdo a economia tá boa quase td sobe mesmo! ai acham q tem "talento" pra coisa... e ai vem a crise e começa a choradeira!!

Pra terminar:
  • coloque dinheiro na bolsa AOS POUCOS, em empresas sólidas, promissoras no longo prazo.

  • aproveite as esporádicas quedas pra comprar ações baratas, de empresas sólidas e promissoras.

  • invista em ações apenas uma quantia q não irá precisar no curto prazo.

  • não coloque todos os ovos numa cesta, mas tb não espalhe demais.. menos q 5 papeis..

  • vai estudando (Macroeconomia, Análise Fundamentalista, Finanças comportamentais...), acompanhando... pra ficar cada vez mais preparado pra enfrentar as ameaças e explorar as oportunidades.
E assim como a bolsa não sobe pra sempre, tb não vai cair pra sempre... ;)

Prever o mercado é impossível. Mas dá pra "ajustar as velas".

Tópico do Inv. Agressivo sobre macroeconomia, onde discutem a crise:
http://www.investidoragressivo.com.br/viewtopic.php?t=15



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin