18.10.07

"Annapurna", Maurice Herzog

Maurice Herzog no topo do Annapurna, em 1950.

O Messias q indicou pra mim! Valeu ai rapaiz! :D

O livro conta a conquista do 1º pico com + de 8.000m de altitude, um dos feitos + dramáticos da escalada... mas do qual todos conseguiram sobreviver (pagando um preço alto) e q acabou colocando a França de volta ao pódium desse tipo de expedição.

Maurice Herzog, líder da expedição, foi ditando o livro ainda no leito de hospital, enquanto se recuperava dos ferimentos.

O começo achei meio chato, pq conta mto detalhes... eles ficam meses planejando, tentando traçar uma rota, a região não é mapeada, os progressos são lentos... e tem poucas reflexões... é uma seqüência de "fulano fez isso. então cicrano foi lá e fez aquilo. Fomos a tal lugar e voltamos"..

eles passam por uns apertos fodas e tal, mas esse jeito de contar me enche um pouco. O lado bom é q, com tantos detalhes, dá pra tirar algumas dicas úteis. ;)

Mas a partir do cap. 13, q é o do ataque ao cume mesmo, nossa o livro fica animal!!! Ralaram absurdo.. quase morreram, quase desistiram... mas conseguiram no limite do prazo e dos recursos!! na força de vontade mesmo! Bacana as reflexões, qdo tava chegando o topo.. e depois de terem conseguido.

A zica vem na descida... membros congelados, tempestade, visibilidade zero, raciocínio afetado, azar, milagres, avalanches, companheirismo, coragem... alternância entre a vontade de viver e a vontade de morrer, delírios... amputações sem anestesia do jeito q dava, injeções dolorosas, febres fortíssimas, feridas fedorentas das quais pingavam pûs e entravam vermes e moscas...

Teve tb o problema do transporte dos feridos... sherpa escalando c/ o cara nas costas por cima de precipícios, rios... no mato mta chuva, calor de 45ºC, os caras perderam 20kg pra mais... demoraram semanas pra voltar ao mínimo de civilização!

Qdo chegaram, foram recebidos por um marajá no nepal, receberam várias homenagens... um grupo disse pra Herzog: "Você é um bravo, e será tratado aqui como um bravo". O feito colocou a França nas manchetes dos jornais do mundo todo.

Enfim, o livro foi meio xarope de ler... mas pro final fica mto loko.. têm fotos mtoo bacanas e achei q valeu a pena! ;)



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin