30.6.07

"Na Natureza Selvagem", Jon Krakauer


Até agora, é o livro que mais gostei. =D

Sobre o Livro:

O livro (em inglês, "Into the Wild") conta a história REAL de Chris McCandless. Um jovem introspectivo de família rica em Atlanta, recém-formado com notas excelentes, que um dia doa todo seu dinheiro para a caridade, muda seu nome para Alexander Supertramp e some sem dar notícias.

2 anos depois é encontrado morto no Alaska(!) com alguns livros, máquina fotográfica e algumas anotações.

A história se espalhou pelos EUA e Jon Krakauer (alpinista e jornalista) foi designado a escrever um artigo para a revista Outside.

Descobriu que antes do Alaska, Chris passou pelo deserto, rios, praias, pegou caronas, arrumou alguns empregos, se relacionou com algumas pessoas, viveu de frutas, raízes, pequenas caças por meses. Mesmo assim, alguns pedaços da sua trajetória não ficaram totalmente claros.

Ainda intrigado após o artigo, Krakauer continuou atrás de familiares, amigos de Chris, pessoas com quem ele cruzou antes de ir ao Alaska. No livro mergulha nas fotos - cartas - livros - anotações, estabelece paralelos com outros aventureiros e com a si próprio, debate sobre a polêmica "Grandeza ou Estupidez" e relata as incríveis experiências vividas por Chris.

Tem umas 200 e poucas páginas, li em um dia, não conseguia desgrudar. E no dia seguinte, eu reli.

Várias passagens eu explodia de empolgação e em muitas outras respirei fundo para que os olhos não chegassem a transbordar. De certa forma, é um dos livros que mudaram minha forma de pensar.

Filme estréia em Set/2007:

Produzido por Sean Penn, veja o trailer:



http://www.youtube.com/watch?v=ZlQrzBduQws

Melhores trechos:

"Gostaria de repetir o conselho que lhe dei antes: acho que você deveria promover uma mudança radical em seu estilo de vida e começar a fazer corajosamente coisas em que talvez nunca tenha pensado, ou que fosse hesitante demais para tentar.

Tanta gente vive em circunstâncias infelizes e, contudo, não toma a iniciativa de mudar sua situação porque está condicionada a uma vida de segurança, conformismo e conservadorismo, tudo isso parece dar paz de espírito, mas na realidade nada é mais maléfico para o espírito do homem que um futuro seguro.

A coisa mais essencial do espírito vivo de um homem é sua paixão pela aventura. A alegria da vida vem de nossos encontros com novas experiências [..]

Você está errado se acha que a alegria emana somente ou principalmente das relações humanas. Deus a distribuiu em toda a nossa volta. Está em tudo ou em qualquer coisa que possamos experimentar. Só temos de ter a coragem de dar as costas para nosso estilo de vida habitual e nos comprometer com um modo de vida não-convencional.

O que quero dizer é que você não precisa de mim ou de qualquer outra pessoa para pôr esse novo tipo de luz em sua vida. Ele está simplesmente esperando que você o pegue e tudo que tem a fazer é estender os braços. A única pessoa com quem você está lutando é com você mesmo [..]

Espero que na próxima vez que eu o encontrar você seja um homem novo, com uma grande quantidade de novas experiências na bagagem. Não hesite nem se permita dar desculpas. Simplesmente saia e faça. Simplesmente saia e faça. Você ficará muito, muito contente por ter feito." (carta de "Alex" McCandless para Ron Franz)

-------------------------------

"Você logo via que Alex era inteligente", reflete Westerberg, acabando seu terceiro drinque. "Lia muito. Usava um monte de palavras pomposas. Acho que parte do que complicou sua via talvez tenha sido que ele pensava demais. Às vezes fazia força demais para entender o mundo, saber por que certas pessoas eram más com as outras. Um par de vezes tentei lhe dizer que era um erro se aprofundar demais naquele tipo de coisa, mas Alex empacava. Tinha sempre que saber a resposta certa e absoluta antes de passar para a próxima coisa."

-------------------------------

"É nas experiências, nas lembranças, na grande e triunfante alegria de viver na mais ampla plenitude que o verdadeiro sentido é encontrado. Meu Deus, como é bom estar vivo!" (diário do "Alex")

-------------------------------

"Nenhum homem jamais seguiu sua índole a ponto de esta extraviá-lo. Embora o resultado fosse fraqueza física, ainda assim talvez ninguém pudesse dizer que as conseqüências eram lamentáveis, já que representariam a vida em conformidade com princípios mais elevados.

Se o dia e a noites são de tal forma que vós os saudais com alegria, se a vida emite uma flagrância de flores e ervas aromáticas e se torna mais elástica, mais cintilante e mais imortal - eis aí o vosso êxito.

[..] A verdadeira colheita do meu dia-a-dia é algo de tão intangível e indescritível quanto os matizes da aurora e do crepúsculo. O que tenho na mão é um pouco de poeira das estrelas e um fragmento do arco-íris." ("Walden", Henry David Thoreau)

-------------------------------

"Everett era estranho", admite Sleight. "Meio diferente. Mas ele e McCandless pelo menos tentaram seguir seus sonhos. Isso é que faz a grandeza deles. Eles tentaram. Pouca gente faz isso."

-------------------------------

"Como se em toda a sua vida tivesses sido conduzido pela mão como uma criança pequena e de repente tivesses que ficar por tua própria conta, tinhas de aprender a andar sozinho. Não havia ninguém por perto, nem família nem pessoas cujo julgamento respeitasse. Em tal momento sentias a necessidade de dedicar-te a algo absoluto - vida, verdade, beleza -, de ser regido por isso, em lugar das regras feitas pelos homens que tinham sido descartadas. Precisavas render-te a um tal objetivo último de modo mais pleno, mais sem reservas do que jamais fizera nos velhos dias familiares e tranqüilos, na velha vida que estava agora abolida e abandonada para sempre." (Boris Pasternak, Doutor Jivago)

-------------------------------

"Chris usava o aspecto religioso para tentar nos motivar", relembra Eric Hathaway, outro amigo da equipe. "Dizia-nos para pensar sobre a maldade do mundo, todo o ódio, e imaginar-nos correndo contra as forças da escuridão, o muro maligno que estava tentando evitar que déssemos o melhor de nós mesmos. Ele acreditava que fazer o melhor era algo puramente mental, uma simples questão de aproveitar toda a energia disponível."

-------------------------------

"Cresci exuberante de corpo, mas com uma mente nervosa, ansiosa. Ela queria algo mais, algo tangível. Ela buscava a realidade intensamente, sempre como se ela não estivesse aqui. [..] Mas você vê logo o que eu faço, eu escalo." (John Menlove Edwards, "Carta de um homem")

-------------------------------

"Tudo o que me prendia à montanha, tudo que me prendia ao mundo eram dois cravos de cromo molibdênio enfiados uma polegada na água congelada; contudo, quanto mais alto eu escalava, mais confortável me sentia.

No começo de uma escalada difícil, em especial se estamos sozinhos, sentimos constatemente o abismo puxando em nossas costas. Resistir a isso exige um tremendo esforço consciente: não se pode abaixar a guarda um instante.

O canto da sereia do vazio deixa-nos ansiosos, torna nossos movimentos tateantes, desajeitados, aos trancos e barrancos. Mas, à medida que a escalada prossegue, acostumamo-nos com a exposição, a conviver com o destino, e começamos a confiar na capacidade das nossas mãos, pés e cabeça. Aprendemos a confiar em nosso autocontrole." (Jon Krakauer, sobre sua escalada do Devil's Thumb)

-------------------------------

"Felicidade só real quando compartilhada" (anotação de "Alex" McCandless)

-------------------------------

"Tive uma vida feliz e agradeço a Deus. Adeus e que Deus abençoe a todos!" (bilhete final de "Alex" McCandless)

-------------------------------

"Houve alegrias grandes demais para ser descritas com palavras e houve dores sobre as quais não ousei alongar-me; e com isso em mente, digo: escale se quiser, mas lembre que coragem e força são nada sem prudência e que uma negligência momentânea pode destruir a felicidade de uma vida inteira. Não faça nada às pressas; olhe bem para cada passo; e, desde o começo, pense o que poderá ser o fim" (Edward Whymper, "Escaladas entre os Alpes")

4 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

28.6.07

2008/Jan - Patagônia e Terra do Fogo

This album is powered by BubbleShare - Add to my blog

Desde que eu vi uma foto do Vitor na Patagônia, sempre pensei em fazer uma viagem dessas.

De lá pra cá vi fotos, relatos e tudo só fez com que minha vontade se tornasse um sonho, um objetivo.

Ai chega o panga do Thiago: "Ow decidi q vou pra Patagônia de moto no fim do ano, vamo?"

Não tinha nem o q falar... "Vamo ué" :D

Conversamos algumas vezes, pesquisamos uns pontos legais pra passar, algumas coisas q precisaríamos resolver... e ontem fizemos o 1º esboço da nossa viagem.

A idéia é sair dia 1 de Janeiro de 2008, tirar férias de 30 dias e emendar o carnaval, totalizando 35 dias de viagem.

O Thiago já tá com a moto, um XT 650 zerinha e com o GPS (tem tudo: hospitais, postos de gasolina, camping, bancos). Eu quero ir de moto, mas preciso juntar uma grana e descolar um Honda Sahara 350.

De qualquer forma, é seria bom ter um carro nessa empreitada, conversamos com alguns amigos, ngm deu ctz ainda, se vc tiver lendo e tiver afim, bora ai!! O único porém o carro pra atravessar as fronteiras precisa estar no nome da pessoa.

Vamos dormir mais ou menos 25 lugares diferentes, percorrendo em torno de 13.000 km!! (Aff é coisa hein, o Thiago falou q tá preocupado se a bunda dele vai ficar quadrada hahahaha)

Desses lugares, os principais são:

- Blumenau (SC) : Cidade turística q tem a maior Oktoberfest do Brasil, famosa pelo comércio têxtil.

- Arroio Chuí (RS) : A cidade mais ao sul do Brasil, fica na divisa com o Uruguai.

- Montevidéu (Uruguai) : Capital e maior cidade do Uruguai. Disputa com Santiago no Chile o título de melhor qualidade de vida da América Latina.

- Buenos Aires (Argentina) : Capital da Argentina. Possue uma grande quantidade de museus, parques, teatros e eventos culturais. Eleita a "Cidade do Design" pela UNESCO.

- Mar del Plata (Argentina) : Famosa cidade litorânea da Argentina, vários passeios turísticos.

- Puerto Madryn (Argentina) : Patrimônio da Humanidade pela pela UNESCO. No inverno observa-se muitas baleias, pingüins, leões marinhos. Como vamos no verão, aproveitaremos as belas praias e os pontos turísticos.

- Puerto San Julian (Argentina) : Marco histórico na nossa viagem, onde Fernão de Magalhães enfrentou a revolta dos tripulantes por sua decisão de concluir a volta ao mundo.

- Ushuaia (Argentina) : Capital da província Terra do Fogo. Cidade mais ao sul DO MUNDO. Também conhecida como "Fin del Mundo". De lá poderemos ver onde o Oceano Pacífico se encontra o Atlântico. :D

- El Calafate (Argentina) : Cidade próxima ao Parque Nacional dos Glaciares, onde está o glaciar mais famoso do mundo, o Glaciar Perito Moreno. Parece q dá pra andar por cima da geleira e ainda tomar Uísque com o gelo da geleira lá na hora. Eu não bebo, vou ver se pode levar uma latinha de Coca! hahaha. É próxima também do belissimo monte Fitz Roy. :D

- Bariloche (Argentina) : É uma das principais cidades turísticas do mundo. Possui vários Parques Nacionais de preservação, bosques, lagos, geleiras, estação de esqui. Fica próxima à Cordilheira dos Andes e de um dos melhores e mais bonitos picos de escalada do mundo, o Valle Encantado, com um lago e vias de todas as graduações.

- Villarrica (Chile) : Cidade que possui o vulcão mais ativo das américas, o Vulcão Villarrica, cuja última erupção foi em 2004!!! Parece que é possível ver lava dentro dele. Será que dá?? Eu quero ver lava!! :D Ahh!! E dá pra saltar de páraquedas nessa cidade! Magina!? com o vulcão no fundo lá!! :D :D

- Santiago (Chile) : Capital do Chile. Disputa com Montevidéu (Uruguai) o título de melhor qualidade de vida da América Latina. Uma cidade sofisticada. Possui muitos museus, parques e eventos culturais.

- Mendoza (Argentina) : Cidade bem cuidada, uma das principais atividades econômicas é a produção de vinho. O monte Aconcágua fica meio perto de lá, é o um dos maiores do mundo e o maior das américas, quase 7.000m de altitude.

- Córdoba (Argentina) : Cidade considerada a Capital Americana da Cultura em 2000. Possui inúmeros monumentos históricos, alguns considerados Patrimônios da Humanidade pela UNESCO.

- Foz do Iguaçu (PR) : Cidade do Parque Nacional onde ficam as Cataratas do Iguaçu, com mais de 270 quedas de água e considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Estimamos gastar mais ou menos uns R$ 3.000,00. Mais barato que alguns celularzinhos pra uma viagem ANIMAL de mais 1 mês.

Passaremos por pelo menos 3 Patrimônios da Humanidade!! Vários marcos históricos e geográficos, paisagens sem igual no mundo, animais, vegetação, cultura, pessoas!

Me desculpem, mas não consigo R$ 3.000,00 mais bem gastos do q nisso. ;)

Gostaria q quem falou q tá afim: Vitor, Guido, Gibara, Frô, Carlinha, Z.. fossem com a gente!! Vamo dar certeza ai galera!

Se vc quiser ir ou souber de alguém q queira, ou tiver alguma sugestão ou idéia, fale pra gente!!

Bom esse é o nosso sonho, não dá mais pra enrolar. Deseje-nos sorte!

Todas as novidades vou postando por aqui!

Abraços!! :D

abaixo, um vídeo animal de uma viagem pra Patagônia e Valle Encantado:
Clique aqui

2 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

27.6.07

Embromation

Putz até hoje, não fiz curso de inglês.

Como em informática, não tem como escapar disso.. me forcei a ler livros, a entender letras de músicas, a ver vídeos sem legendas e até q tá dando resultado, melhorei bastante e to "entendendo" bem inglês.

Agora "me fazer entender", falar, isso não tenho como treinar! Eu poderia ficar falando sozinho por ai, mas ah pera lá né! Já me acham estranho ficando quieto, imagina falando sozinho, em inglês, tudo errado! afff desencana..

mas teve um dia q eu tava sozinho na Livemedia, 7hs da manhã morrendo de sono e resolvendo umas zicas, qdo toca o telefone e atendo: "Mááárcio... it's Monal!!!"

putz!! "Monal", era um cara da África do Sul!!

Fiquei meio nervoso, não sabia o q falar, respondi algo assim: "Márcio naum is aqüi.. here". Passou um tempo e percebi q ele desligou na cara.

:-/

Noooossa q burro mew!!! Q vergonha!!! Como fui dar uma dessa!!! "naum is aqüi" ahhhh peloamor! puta merda!!

Pior q falei assim mesmo! Lamentável.

Fiquei remoendo isso pelas 3 horas seguintes. Pensava: "Márcio IS NOT here!" "Márcio IS NOT here!!!". Pra nunca mais acontecer!!

Nisso já tava todo mundo na live, menos o Márcio. Contei o ocorrido, a galera rachou o bico, qdo toca o tel, eu atendo e ouço: "Máááárcio..."

=)

Pensei "Não acredito!! É o Monal!!!! Agora é a hora! Vou me redimir!!! Não vou errar!!!"

Falei, concentrado em cada fonema, em um inglês britânico de dar inveja ao Tony Blair: "Márcio IS NOT here."

Aeeee eu tinha conseguido!!! Tinha conseguido!!! \o/

=D

A sensação de triunfo durou pouco: "Hã.. O Márcio não tá ai? É o Fulano, da Ericsson!"

Nãoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!!!!

Não era o Monal!!!!

:'(

Nem conseguia escutar o telefone de tanto q a galera ria.. contendo o choro, respondi: "O Má.. Márcio? Não tá é não tá não" e desliguei. Q merda.. q merda!!!!

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Ameaça Chinesa - Como enfrentar - parte 6

Como enfrentar a China?

Reduzir os custos em torno de 30% à 40%, através de efetivas inovações nos processos e da busca mais ampla por melhores práticas.

A terceirização da produção, se realmente for vantajosa pode ser uma opção, mas é preciso avaliar estrategicamente as implicações disto.

É preciso também investir na marca (assessoria de imprensa e relações públicas são fundamentais), na qualidade e nos serviços (principalmente, a China é fraca nisso), e assim conquistar também os outros mercados, como o mais sofisticados, em que a concorrência chinesa é menor, sem necessariamente abandonar os mercados mais populares.

E buscar continuamente a inovação de valor, com novos produtos e serviços, que mudam as regras do jogo e permite uma grande vantagem enquanto a concorrência tenta seguir.

- Bibliografia
O Século da China (Oded Shenkar), Paixão por Vencer (Jack Welch)

Anterior
A Ameaça Chinesa - Futuro - parte 5

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Ameaça Chinesa - Futuro - parte 5

Futuro

- O cenário mais ameno

A tendência de aumento dos salários e do valor da moeda, a redução dos subsídios e do impacto ambiental aumentará o custo de produção e fará com que a China seja menos competitiva.

O governo chinês então canalizará recursos para o seu atrasado setor de serviços. As pressões internacionais e interesse interno em proteger as próprias inovações chinesas, fará o governo reprimir verdadeiramente a pirataria.

Assim, o ritmo das exportações chinesas irão diminuir e a China não conseguirá acompanhar os ganhos norte-americanos em produtividade e inovação, reestabelecendo um equlíbrio na economia mundial.

Mas esse cenário pressupõe que os EUA conseguirão elevar sua produtividade e inovação, que a China irá contra seus interesses nacionais e que o desemprego chinês será suavidado com o desenvolvimento do setor de serviços.

- O cenário mais conturbado

A China continua cada vez mais agressiva economicamente e desesperada para criar empregos em seu territótio, entra em choque com o ações protecionistas nos EUA e no resto do mundo decorrente da queda no empregos e no aumento do déficits.

Os países protecionistas se voltarão para seu mercado interno, abandonando as parcerias do comércio internacional.

A China poderá então descarregar sua enorme reserva de dólares, desvalorizando a moeda americana, acarretando um pânico financeiro global.

E ainda poderia haver crises internas na China: insolvência no seu sistema financeiro, o desemprego poderia aumentar e refletir em ações violentas.

Apesar desse cenário ser improvável, é possível e poderá acarretar na maior depressão econômica global desde 1930.

Próximo
A Ameaça Chinesa - Como enfrentar - parte 6

Anterior
A Ameaça Chinesa - Conseqüências - parte 4

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Ameaça Chinesa - Conseqüências - parte 4

Conseqüências

Para o consumidor, os produtos chineses são vantajosos pela qualidade satisfatória e o baixíssimo preço.

A concorrência dos produtos chineses têm reduzido o lucro das outras empresas, das quais muitas se vêem obrigadas a transferir sua produção para a China ou a abandonar o setor, aumentando substancialmente o desemprego e o déficit nos países.

Essa alta demanda pelos seus produtos e os enormes investimentos feitos no país, têm feito a China apresentar um crescimento anual do seu PIB em torno de 10% ao ano. Já se tornou a 4ª economia mundial, e se considerarmos ajustes no poder de compra, fica atrás apenas dos EUA.

Se continuar nesse ritmo, a previsão é de que, em 2 décadas, a China se torne a maior econômia global. O crescimento econômico fortalece também o poder político da China no mundo.

Em contrapartida à concorrência chinesa, o seu crescimento acelerado tem exigido muita matéria-prima e energia, o que beneficiando muito as exportadoras das commodities: petróleo, energia, produtos agrícolas e minerais.

Próximo
A Ameaça Chinesa - Futuro - parte 5

Anterior

A Ameaça Chinesa - Fraquezas - parte 3

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Ameaça Chinesa - Fraquezas - parte 3

Fraquezas

A China possui um sistema legal precário, um sistema financeiro com dívidas de liquidação duvidosa e um setor de serviços incipiente.

O impacto devastador no meio-ambiente devido ao crescimento acelerado é insustentável.

A baixa capacidade de inovação e flexibilização são grandes obstáculos na competição com os outros países.

Os altos níveis de desemprego e a grande desigualdade social na China podem se elevar muito com a dificuldade de manter as altas taxas de crescimento e a moeda subvalorizada, podendo desencadear uma violenta inquietação social, em uma fase na qual a rede de segurança pública ainda está em desenvolvimento.

Próximo
A Ameaça Chinesa - Conseqüências - parte 4

Anterior
A Ameaça Chinesa - Diferenças - parte 2

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Ameaça Chinesa - Diferenças - parte 2

Diferenças das outras “ameaças”

A ameaça chinesa difere da japonesa, dos outros tigres asiáticos e de outros emergentes, pois apresenta uma combinação inigualável e um impacto muito superior e sustentável.

Dentre essas diferenças está a enorme população chinesa, sendo um mercado de enorme potencial e uma grande fornecedora de mão-de-obra excelente, fatores que conferem à China um maior poder de negociação em acordos comerciais e políticos.

A abertura do seu sistema de ensino às influências ocidentais e a aceitação de grandes investimentos estrangeiros, também contribuíram para diferenciar a ameaça da China das outras ameaças.

Outra diferença é a ampla variedade de segmentos. A China não abandona o segmento de mão-de-obra intensiva e, ao mesmo tempo, tentar consolidar seu domínio nas indústrias de alta tecnologia, elevando sua capacidade nas áreas dependentes de "conhecimento intensivo", que predominarão na economia globalizada.

A sinergia entre a economia da China e de Taiwan, Hong Kong e Cingapura; que colocam-se como parceiros e investidores, complementa a economia chinesa, provendo mais capital e conhecimento; é uma característica singular.

A estrutura política também facilita, pois permite avançar com rapidez, ao contrário dos países democráticos, nas quais conflitos internos por vezes emperram as reformas necessárias.

Próximo
A Ameaça Chinesa - Fraquezas - parte 3

Anterior
A Ameaça Chinesa - Causas - parte 1

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Ameaça Chinesa - Causas - Parte 1

"Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas.

Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota.


Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas."


(Sun-tzu, general chinês)

Causas

A abertura da economia chinesa somou à economia global um enorme mercado, com demanda reprimida de produtos e serviços.

A atratividade do seu mercado permitiu à China negociar com as empresas estrangeiras a transferência de tecnologia em troca do ingresso delas nesse mercado, através de parcerias com as empresas locais (joint-ventures), em um cenário sem qualquer proteção à propriedade intelectual. Desta forma, a China passou a ter acesso às melhores práticas mundiais.

Próximo
A Ameaça Chinesa - Diferenças - parte 2

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

24.6.07

Mural de fotos

Só as favoritas!

This album is powered by BubbleShare - Add to my blog
Abraços! :D

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

22.6.07

2007/05 - A 1ª Via Longa - Fotos - 6 de 6

Fotos

This album is powered by BubbleShare - Add to my blog

Anteriores

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2007/05 - A 1ª Via Longa - Último dia - 5 de 6

Último dia

O Thiago pergunta se sentimos frio de noite. Blza a gente tava em Campos do Jordão, mas tinha cobertores, ngm sentiu frio nenhum.

"Cara, senti um frio absurdo. E mta dor no peito. Mta mesmo, mudei de posição, pensei em acordar meu vô.."

Descobrimos q o Thiago é alérgico a picadas! Nota 0 pra médica lá "Se tivesse q dar reação já tinha dado", sei não!

Meu olho tava inchadaço de novo. Passei pomada. E fomos pra Pedra da Divisa.

No caminho, do carro dava pra ver de longe a pedra do Baú e o bauzinho, tínhamos escalado do chão ao topo daquilo! Q dá hora!!

Era cedinho ainda, e as nuvens formavam um colchão por cima da cidadezinha..conforme o tempo ia esquentando, algumas iam subindo, em várias formas bacanas!

Chegamos na pedra da divisa, tava vazio, as vias mto lokas! Mas eu e o Thiago escalamos pouco, estávamos traumatizados!! Ficamos mais dando rolê, tirando fotos, vimos até um esquilo!

Final de tarde, pegamos estrada rumo a Campinas. Chegamos de noite, olho inchado, quebrado de cansado, um monte de coisa pra fazer pra semana... mas um enorme sorriso no rosto, isso q importa!!

As pernas ficaram tijoladas a semana inteira! Parecia q eu tava preso a uma bola de ferro enquanto subia as escadas da facul!! Mas as vistas q vimos, o sabor das pequenas coisas, a saudade das pessoas, a auto-confiança e auto-contorle q isso dá.. compensaram e mto todo o esforço físico e mental.

Foi a coisa mais dificil q já fiz. A minha maior conquista! O Thiago, o Messias, o Felipe.. todo mundo mandou mto bem, deu gosto escalar com os caras! Curti demais!!!

Não teve perigo de morte nem nada assim, as proteções eram meio porcas, mas estávamos presos à várias e uns aos outros. O único perigo mesmo foram as vespas, essas sim, eu tomei remédio mas o Thiago podia ter bailado, mesmo com o vô médico dele. Vamos ficar mais espertos com isso!

E agora não é mais coisa de outro mundo, a maior dificuldade foi o psicológico e a inexperiência!

Bom, tô pronto pra próxima conquista!!! \o/

Valeu!!!!! :D

Próximos
Anteriores

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2007/05 - A 1ª Via Longa - 2º dia Vespas - 4 de 6

2º dia

Acordamos, ainda o sorriso ainda estava lá, mas pernas pareciam 2 tocos de madeira. Tomamos café da manhã, até q surge a temida pergunta: "Que via longa vamos fazer hj?"

Nossa na mesma hora eu e o Thiago: "Nãoooo!!! Ó a gente monta top mesmo! Podem ir, depois a gente vai pela trilha e encontra com vcs!!" Eles argumentaram "vai ser tranqüilo e nem sei se vai dar pra montar um top". Eu e o Thiago "Não a gente fica lá batendo foto" hahaha

Mas ai decidimos nós 4 fazer a via normal do baú, 2 cordadas só. E então eles fariam outra enquanto eu e o Thiago íamos ficar de bobeira por lá.

Blza, chegamos na pedra do baú fomos pra trilha q vai pra normal. Subimos a escadinha, um casal de turistas subiram atrás.

No final da escada tinha um monte de vespinhas, o Messias foi na frente, eu em seguida. "Falei putz eu sou alérgico" Ai o Messias "Ah acho q isso ai não pica" "blza"

Ai nisso liga o Urubas pro Messias no celular, "O urubas to no bauzinho, tem um monte de vespinhas aqui". De repente tinha bem mais vespas e me cobri com o anorak. De repente uma tentou pousar no meu olho eu fechei e senti a agulhada! "Caralho pica sim!!!"

Putz ai começou todo mundo "Ai Ai Ai! Tá picando!!!" "Ai ai ai eu tb!!"

Mew eu q tava só com a cara de fora, vieram tudo na minha cara!! Ai comecei a gritar, contendo o pânico: "Desce gente!! Tão picando!! Vamo gente!! Desceee" E nada, o casal lá empatando a escada!!!

Ai tive q ser mais enfático! "DESSSSSCE CARALHO DESCEEEE!!! DESCEEEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!"

Mas só qdo começaram a tomar picada q resolveram descer!!

Jogamos as cordas lá de cima, fomos descendo a escada na velô e as vespas em cima da gente.

Qdo cheguei no chão, não tinha mais vespas, eu tinha tomada 4 picadas na cara! Algumas na mão! E uma perto do cofrinho, qdo eu agachei.

Nisso tirei o capûs, achei q eu tava à salvo, qdo uma vespa kamikaze veio e pá! Bem na minha careca!! Nossa, foi a picada mais doída!

Ah meu ai saí correndo desesperado até o carro. E eu pensava "sou alérgico, sou alérgico, preciso ir pra algum lugar"

Qdo olho pra trilha vejo o povo chegando tudo correndo, se batendo, com vespas ainda nas camisetas!

Eu ao todo tomei 9 picadas. 1 na pálpebra, 3 no queixo, 1 na careca, 1 no em cima do cofrinho e 3 nas mãos. Santo anorak!

O Felipe era alérgico tb, tomou 15 picadas.

O Messias tomou umas 10.

O Thiago tomou 5.

A mina do casal tomou uma, era médica, disse q se tivesse q rolar alguma reação mais forte já estaríamos tendo.

Bom, passado o susto, fomos caminhar pro topo do baúzinho pelo outro lado. Bem aonde saímos no final da "V" de vingança. Chegando lá meu olho esquerdo quase nem abria. Uma gorda viu a gente com os equipos e falou aos berros: "Vcs não vão descer com isso aí né menino!???" hahahaha pensei "descer não, subir!"

Bom demos um tempo lá, dando risada do perrengue do dia anterior, do ataque das vespas, do "Acho q não pica", do Messias no cel com o Urubas "Tá cheio de vespa aqui", "Ai ai ai ai desce caralho desce!!!".. como podia ter acontecido aquilo com a gente! Arrgh!!

O Messias contou q a grade 6 já armou uma tirolesa do topo do baú até o bauzinho, imagina q doido!!!

Resolvemos bater uma foto pra registrar! hahaha

Meu olho só inchava, decidimos não escalar e ir embora pra passar numa farmácia. Qdo estávamos descendo, escutei um "zzzzuummm" no ouvido, nossa nem pensei, saí gritando no meio do povo, mas era só uma mosquinha.

Nossa no carro, as picadas doíam, as agulhadas continuavam. Todo mundo ficava rindo e "ai ai q dor" "q merda" hahaha

Passamos na farmácia e compramos uma pomada rosa lá. Bisuntei tudo a cara, a careca. A galera passou tb. Tirei umas fotos!

Tá na merda abraça o troço!!!

Fomos na casa do Thiago, o vô dele médico me deu um remédio. Como não tinha nada pra fazer, resolvemos dar rolê em Campos do Jordão.

Apesar da pomada ter desinchado um pouco, imagina eu com a cara cheia de pomada rosa seca, de barba, capûs, tudo sujo.. andando no meio dos playba lá. As chances de eu conquistar uma mina gata e milionária naquele feriado tinham caído consideravelmente!

Depois do rolê, voltamos pra casa. Jantamos, demos umas risadas. Falamos de Pedralva ainda, eu e o Thiago na mesma hora já "Ah a gente é fraco, não rola, ralamos na de 6 cordadas, imagina a de 10?". conversamos um pouco mais e decidimos ir pra Pedra da divisa. Cheia de vias esportivas lindas, todos já tínhamos ido lá, sabíamos q o lugar era show. Fomos dormir.

Sentia umas agulhadas ainda! As pernas continuavam tijoladas da "V" de vingança.

Fechei um olho (o outro já tava fechado da picada né) e apaguei.

Próximos
Anteriores

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2007/05 - A 1ª Via Longa - Resto do 1º dia - 3 de 6

Resto do 1º dia

A 4ª enfiada era uma travessia pra esquerda. A proteção era mto longe. Cair ali ia ser "A" pendulada!

Sempre achei o Thiago um cara sem medo. Nessa hora ele tava aterrorizado. E eu tb.

Ele falava "Cara, tô com mto cagaço! Tô com mto cagaço! A queda do messias!". Olhava pra cara dele de medo dava até dó. Eu q sou cagão, imagina a minha cara como devia tá.

O lado bom q ele e o Felipe iam amarrados um no outro, portanto a queda ia ser pequena, não iam pendular..

o lado ruim é q se um cai, ia derrubar o outro!!! E não podiam sair escalando, tinham q esperar um ao outro. Bem ruim isso!

O Thiago foi indo, travadão.

Ia.. voltava... ia.. voltava... nunca vi ele desse jeito!!! A minha auto-confiança de ter passado no crux agora era só uma distante lembrança.

Qdo ele resolveu ir, segurando naquela direita boa q eu tinha pegado passando o crux... sai a agarra inteira na mão dele e cai lá pra baixo!!! Ficou mó ruinzinho ali pra pegar!

Isso pq ele já tava no pânico!! hahaha q merda! ele ficou mó puto!!! hahahaha

mas assim mesmo ele foi, ficava falando "cara, pelo amor de deus, reteza essa corda! To com mto cagaço".

Mas ele mandou mto bem, passou a parte ruinzinha, foi indo, esperando o Felipe, não caiu. Continuou falando "retezaa!!! to com mto cagaço!!", subiu na corda!! até eu perdê-lo de vista. Mandou super bem. O Felipe tb foi indo até não vê-lo mais.

Depois o Thiago me contou q nessa parte ele pensava "putz quero descer!" "Acho q não vou fazer o curso de paraquedismo, essas coisas não é pra mim"

Ó a situação!!!

Ai de novo sobra só eu. E eu não tava amarrado em 2 pontos q nem eles, se eu caísse ia ser um mega pêndulo!

Ai eu já pensava "putz não vou fazer algo assim de novo nem fodendo, ou pelo menos, bem mais pra frente, qdo eu tiver mto bem treinado" "talvez eu não sirva pra escalar e tal"

Mas ai lembrei do crux e voltou um pouco a confiança!

Ralei pra passar a parte ruinzinha, mas fui chegando, chegando e gritando né "retezaaaa!!! retezaaaa!!" hahaha tipo a corda já tava super retezada! lamentável.

Ai tive q ficar numa costura lá, pq a parada tava lotaaada e o casal ia devagar. Comecei a tremer. Mas não era de frio!

Nisso resolvi olhar pra trás e vi a pedra do Baú, os raios de sol cortando as nuvens e iluminando como holofotes aqueles campos!!! Pensei em fotografar mas a máquina eu tinha deixado no carro! Uma das vistas mais lokas q já vi! Me senti em parte compensado pelo sacrifício!

Ai tava quase se pondo o sol, e eu tava um pouco além da metade da via ainda!!! Comecei a ficar em pânico de novo!

Imaginava a gente passando a noite lá, no frio de Campos do Jordão, naquelas proteções porcas, vento batendo direto e tempo de chuva ainda!!! Aaaaffff!!!

Ai tinha liberado a parada pra eu chegar nela. Fui escalando na potência! Não queria q anoitecesse!! mas ai eu cansava e ia soltando o peso na corda, gritando "reteeeza!! retezzaaa!!!" (Felipe deve ter ficado loko comigo) até ficar pendurado só nela.

olhava de lá, quase 200m, a corda raspando na pedra... inclusive uma hora enroscou, mas deu pra desenroscar...

o psicológico tava um lixo, se algum espírito de porco brincando desse um berro ali eu infartava!!

Ai o sol tinha se posto. Peguei o Head Lamp q o frô emprestou (q eu não ia pedir, nossa brigado mesmo cara!). Travei a mão q nem um cadeado pra não cair e fui botando na cabeça. Apertei pra caralho hahaha

A galera já tinha feito a outra enfiada. Eu olhei pra trás e de novo uma vista incomparável!

Uma neblina grossa, quase como um colchão de nuvens cobrindo as luzes acesas da cidade, céu estrelado! Uma nuvem contornando a pedra do baú, iluminada pela lua cheia. Pensei "putz é dá hora demais estar aqui! Mas não vou fazer isso de novo tão cedo!! Mas vou treinar!!"

Bom, resolvi subir, determinado até.. mas não dava pra enxergar direito, só aonde eu ia pegar mesmo, e graças ao head!! Olhava pra baixo e aquele vazio escuro! Olhava pra cima e nada de agarras!

Fui indo até uma parte q tava cheia de agarras, mas quebradiças, quebrei algumas com os pés e com as mãos! E lá vem o cagaço de novo. Ai fui meio pra esquerda e a pedra tava mó molhada! Q merda! Tentei subir mas, voltei pra direita.

Ah mew cheguei lá nos caras tava q nem um robô. Eu não conversava, não piscava, só fazia o q o Felipe falava, respirava e olhava pro vazio.

Eles tavam de blusa já, eu não tava com frio nenhum só de camiseta daquelas dry fit (é isso?), será q tem algo a ver com o medo? hahhahhaha

Putz pra animar tinha só um head lamp pros 4!! (valeu por emprestar Frô!!) e era um travessia embaçada, pedras molhadas.. eu tava em pânico. O Thiago já tava mais confiante.

O Messias apavorou! Escalou no escuro, pegando no molhado lá mesmo! sumiu da vista.. se ele caísse ia tomar um pêndulo nervoso. Mas ele gritou "Acabou galera!!! Acabou! Na verdade falta só uma partinha"

ah mew pra q ele falou isso!! eu q já tinha perdido a conta da enfiada q a gente tava, achei q ele tava falando só pra nos acalmar, q essa partinha ainda era mais uns 60m.. achava q faltava pra carallho ainda e eu tava cansado, com medo, o pé esmagado dentro da sapata nova.. afffff

Ai fomos de costura em costura, um passando o head pro outro, iluminando pro outro. O Thiago chegou no messias. Ai eu iluminando pro Felipe, coitado, eu mais olhava pro vazio com o Head do q nas agarras pra ele!

De novo sobra só eu. Não via mais ngm. Ai ouvi o messias, percebi q ele tava dando a segurança. Passei a acreditar q tava no fim mesmo e me animei. Mas eu como tava em último na corda, tinha tanta coisa pendurada na minha cadeirinha q minha calça tava até caindo... e se eu caísse ia tomar aquele pêndulo!!

Aff fui indo, nem um robô! piloto automático! eu nem pensava nada a não ser "daqui a pouco termina tudo!"

chegou a parte molhada, tava bem molhada ali... segurei nuns matos, enfiando os dedos numa terra.. mãos e sapata molhados!

Ai cheguei no Messias, vi q não tinha mais o q escalar mesmo! Ufaaa!!!

Mas tinha q subir até o topo, tava de mochila, tudo os equipos pendurados e mais uma corda e eu tava com medo ainda, tinha um precipício do meu lado ali!!

Fui subindo devagar com tudo, nem olhava pros lados, travadaço, segurando nas pedras como se tivesse escalando ainda. Ai putz, a sapata molhada, não é q eu escorrego! Sem tá preso em nada mais! Messias tomou mó susto, e eu tb!!!

Qdo cheguei no topo tiraram a corda de cima de mim, a mochila, olhei pra galera, sentei no chão e...

AAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!! Aquele sorriso de fora-a-fora de novo!!

Mandei minha primeira via longa!! Conseguimos!!!!!!!! Quem me conheceu uns anos atrás jamais imaginou q eu pudesse fazer algo assim!!! Foi a coisa mais dificil q fiz na minha vida, mais q o salto de páraquedas!! \o/ Minha maior conquista!!!

Cara ai dei risadas, nem sei do q! Pedi milhões de desculpas pro Felipe! Comi a barra de cereal mais saborosa da minha vida!!!! O cansaço foi até embora!! Tava pronto pra outra!!! (úúúúú)

Aquela vista do Baú, a Lua, estrelas... a via superada!!! 6:30h de escalada! Prevíamos umas 3!!!

AAAAAHHHHHHH!!!! :D

Pensava "nossa q dá hora!!! Assim q eu tiver melhorzinho vou em outra!!! Escalar é mto massa!!!" hahahaha isso pq horas atrás eu tava querendo parar de escalar e ver "Rainha da Sucata" na globo.

Perguntei pro Thiago se ele tinha batido umas fotos, falou q bateu algumas e só do comecinho, q depois ele tava com tanto medo q nem pensou em bater. Nem posso culpá-lo, sei como é hahaha

Ficamos ali mais um tempo e fomos pro carro!! Aff q sensação! olhava pra tudo e achava tudo lindo! hahaha

Fomos ao supermercado, compramos as coisas pra comer. Fomos pra casa do vô do Thiago. A casa é uma delícia, os avós dele são mto simpáticos. Entrei no quarto e nossa tirei o tênis, pisei descalço no chão gelado e depois no tapete. Tirei a camisa fedida. Era absurdamente bom!!!

Peguei meu sabonete, meu shampoo, perfume, pasta de dente... e tomei aquele banho quente!! Gastei quase todo o shampoo q eu tinha na minha careca, enchi a mão mesmo, não tava nem vendo! Afinal, eu escalei a "V" de vingança! 260m! Agora sou um escalador e posso gastar todo o shampoo na careca! Me enxuguei na toalha macia, botei aquela roupa limpinha, deitei na cama!! Ahhhhh!!!

Fui jantar, ah o gosto da comida! do chá!

Fui descer as escadas e minha perna doía só de pensar em dobrá-la. Fui segurando nas paredes. Apesar de cansado, mal dormi nessa noite, ficava viajando nos pensamentos, refazendo a via inteira na minha cabeça e sorrindo!

Porém, antes de dormir, pensei "Não vou fazer Pedralva, 10 cordadas, NEM FODENDO!"

Próximos
Anteriores

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2007/05 - A 1ª Via Longa - 1º Dia até 1/2 da Via - 2 de 6

1º Dia até a 1/2 da Via

Saímos 6h da manhã e fomos direto pra Campos do Jordão, onde íamos entrar em umas vias longas mais fáceis.Chegamos umas 11hs na pedra do Baú.

Tava tempo de chuva, começou a bater um cagaço. Imagina pegar chuva de Campos do Jordão na parede lá!

Bom fomos descendo a trilha, caralho descidona, não acabava mais!! E tudo molhado, levei uns escorregões, demorou mais de meia-hora de descida.

Ai o messias falou de fazer a "V" de vingança, 260m, 6 cordadas. O tempo tava melhorando, o messias já tinha feito essa via, era mesma graduação de Pedralva. Fora a normal do Baú q era mto fácil e curta, não tinha outra mais sussa q ele já tivesse feito ali.

Começamos a procurar a entrada da via e naaada, tivemos q subir um pouco e achamos um casal ali. Merda.

Nisso já era quase 13h dá tarde. Prevíamos umas 3 horas de escalada mas se o casal nos atrasasse poderia escurecer.

O casal foi escalando e tavam indo bem, achamos q dava blza. Vimos o croqui e fazer rapel só rolava até certo ponto e teríamos q subir a trilha punk lá, ou seja, dependendo íamos ter q ficar na parede ou ir até o fim, onde tinha uma trilhinha reta de 5 min até o carro.

Perguntei a graduação da via. Era ao todo era um 5º sup, mas o crux era um 6º sup. E com mochila, medo, cansado de escalar..achei um pouco acima do meu limite, mas pensei "ah rola, qq coisa subo pendurado na corda".

Dividimos as duplas, Messias e Thiago, eu e Felipe. Messias e Felipe guiando. Eu e o Thiago com as mochilas. Se alguma enfiada fosse sussa a gente guiaría.

Ai começou os detalhes: eu e o Thiago não tínhamos capacete. Não era bom pois podia acontecer de soltar alguma pedra e se a gente tá embaixo...

Minha mochila era meio grande, tava pesada. Joguei minha água fora. Mesmo assim, continuou pesada.

Foi o Messias e o Thiago primeiro. O Messias estreiou as proteções móveis. Olhando eles achei a enfiada meio embaçadinha. Tinha mais 5 e 2 eram com ctz mais dificeis. Putz.

Ai foi a vez do Felipe, chegou na parada. Mais ngm ali embaixo comigo, era minha vez. Bateu um cagaço.

Fui subindo, penei um pouquinho, tava meio úmida a pedra, mas cheguei na parada! olhei e já tava na altura das árvores. Olhei pra cima, não dava nem pra ver topo.

A segunda enfiada era um 3º grau, comecinho estranho mas era bem sussa. A sapata nova (é eu e o thiago estávamos de sapata nova, otários) era boa, mas não tava amaciada, tava estreiando e comprei apertada pra qdo laciar não ficar ruim pra escalar. Bom, comecei a sentir apertar e muito.

Mas tinha uma platô, deu até pra tirar a sapata, a mochila. Estávamos meio altos já, as copas das árvores tinham ficado pra trás. Tava com medo, mas tava curtindo. Nisso numa das costuras do Felipe prendi junto minha camiseta e qdo puxei ela pulou pra fora da cadeirinha. E foi batendo, batendo até sumir..

Puta merda perdi uma costura do Felipe! Q amador! Mau sinal.

Nisso o Messias já tinha feito a 3ª enfiada, escuto ele falar q as proteções fixas ali eram meio porcas. Reparei tb q eram bem longe uma das outras. Só o suficiente pra te brecar, guiar já nem passava mais pela minha cabeça.

Ai foi a vez do Thiago, ele chegou no crux, senti q o barato era foda, escutei ele falando "vou me jogar, vou me jogar" ia vi ele tomar um pêndulo q eu não tava a fim de tomar e depois subir pela corda. Bateu um cagaço animal em mim.

O Felipe guiou até ali, tentou, tentou, escutei algo sobre proteção porcona outra vez, escutei falar q não se sentia seguro, q não rolava fazer um pé alto desses... não entendi direito, ai vi o messias jogar a corda pra ele e ele ficou amarrado nas 2 e fez o lance. Hummm me caguei.

Não tinha mais ngm ali na parada comigo. Era minha vez. Pensei "Putz vou ter q pôr a sapata! Q dor!! E vou ter q fazer o lance lá de mochila ou tomar pêndulo e ficar preso numa corda raspando na pedra à mais de 100m! Aaaafff!!"

Engoli o choro e fui. Cheguei meio cansado no Crux. Fui tentar fazer o lance sem soltar minha corda da costura, só pra treinar...

Mew impossível, eram 2 regletinhos, batente de porta.. o pé direito bem alto mto ruim, eu não sentia firmeza nenhuma, o pé esquerdo ficava no ar... ai eu teria q subir bem meu corpo, pegar invertido na esquerda e depois pegar longe na direita... com aquele pé lixo!! Não queria pendular. Começou a bater um pânico, pensava "Não vou conseguir, não vou conseguir, não quero pendular, não quero pendular, não vou conseguir!"

Ai pra me incentivar só ouço um grito "AAAAAAAAaahhhhhhhhhh!!!!!!" Vejo o messias caindo, sem capacete, da 4ª enfiada, mó barrigão na corda, achava q não ele não ia parar de cair nunca!

Parecia câmera lenta! Ele bateu na pedra, virou de ponta cabeça!! E a gente naquele terror sem poder fazer nada!!! Até a corda esticar e ele parar.

Ai perguntamos se ele tava bem, qtos ossos tinha quebrado! Ele solta um sorriso e fala "Sussa! Deu nada, putz subir até lá de novo"

PÁAAAARAAA TUDO Q EU QUERO DESCER!!

Ai já tava num medo sem igual. Nem qdo saltei de páraquedas sem nunca ter ido sequer numa montanha russa, eu senti tanto medo. Eu olhava pra baixo, reparava na altura, pensava na minha mãe, na queda do messias...

pensava em como seria bom estar assistindo "Vale a pena ver de novo" com meus cachorros, afinal sou uma pessoa simples, a felicidade está em nós, não é assim!? Pensava "PRA Q ISSO NÍCHOLAS!!!"

Já era. Não dava pra descer. Eu era o último na corda, não adiantava pedir pra jogarem outra. Era fazer ou pendular q nemo Thiago. Resolvi tirar minha corda da costura. Chegou a hora, tinha q rolar!!

Me pendurei nos 2 regletes e no pé alto ruim. A mochila pesava q parecia q eu tava carregando uma cruz nas costas! A sapata apertando absurdo.

Fui tentar subir o corpo, os braços deram uma falhada, esticaram!!! Eu ia cair!!!!!!!!

...

Olha, eu q sempre achei pagação nego gritando qdo escala, achava coisa de bixa...

Mas nessa hora, senti vir lá de dentro, do estômago, passar pelo esôfago até à garganta: "AAAAAAAAAARRRRRGGGGHHHHHHH!!!"

Nunca fiz tanta força na minha vida. Fui subindo, subindo.. nem ousava pensar no pé! Qdo peguei na invertida! Bateu uma alegria, mas não era tão boa e eu tava com o peso todo no pé ruim, pensava "não pensa no pé Nícholas!! Pega a próxima!!!!" ahhh!!!! Peguei na direita, fui pros pés bons...

AAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!!!! \o/

Abre-se aquele sorriso de fora-a-fora, pra comercial de Colgate nenhum botar defeito!!

Aquele sangue correndo nas veias. Pensava "estou vivo, estou vivo! Não vou mais brigar com meus cachorros! Vou estudar! Vou comer direito!" O Thiago e o Felipe sorrindo tb "aeee muleke!!" show show! Tinha passado o mais dificil da via!

Mas ainda estávamos na metade. :-P

Próximos
Anteriores

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2007/05 - A 1ª Via Longa - A idéia - 1 de 6

A idéia

Eu e o Thiago decidimos fazer nossa primeira via longa. Pensamos em Pedralva-MG, 10 cordadas, 300m, 5º sup. No feriado do dia do Trabalho.

A gente tava sem treinar fazia meses, não sei de onde tiramos essa de entrar numa via longa!

Essa graduação de esportiva tirávamos de letra, mas via longa é outra coisa.. em vez de 10m, eram 300m! Com mochila, sol, medo da altura e nunca tínhamos feito..

Mas eu via aqueles vídeos, fotos, relatos de escaladas em grandes paredões e eu delirava, qdo surgiu a idéia de irmos fazer eu até demorava pra dormir, fica só pensando.. pensando..

afinal, teria os descansos e qq coisa era "só descer", falei com um monte de gente, todo mundo falou q a graduação era sussa, mas q eu ia me cagar de medo e cansar absurdo.

Demorei pra decidir, mas me senti desafiado! Escalar um paredão de verdade, praticamente um prédio de 100 andares!!! E qq coisa era só descer.

E ia com a gente o Messias q escala 9º grau e o Felipe do GEEU q é experiente, ambos já tinham feito Pedralva. E íamos escalar vias mais fáceis antes. :-P

Decidimos sair sábado, às 6.

Próximos

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

21.6.07

O Meu Maior Defeito

Vendo o programa "O Aprendiz 4" (meu preferido por sinal) surgiu a importância de sabermos o nosso maior defeito.

O Roberto Justus falou que o dele é ser sempre "o dono da verdade". O Valter Longo considera o dele "julgar os outros a partir da sua visão das coisas". Ambos disseram terem pago caro por seus defeitos. E eu tb.

Para explicar o meu maior defeito, imagine uma situação onde uma porta tem q ser aberta até às 17:00 no máximo, se não vai ferrar um monte de gente.

Falam pra mim "Nícholas, a chave tá na gaveta, é uma redonda, não demora pra abrir a porta"

Ai eu falo "Blz!" e penso "é só abrir a porta, eu sou inteligente, sussa!"

Então me dedico às coisas pra q to inspirado e prevendo algum imprevisto, 16:30 resolvo abrir a porta. Abro a gaveta e ela emperra. =-/

"Tudo bem, é só abrir a gaveta e pegar a chave" penso. Perco um pouco de tempo, mas abro a gaveta às 16:50 e quando vejo tem várias chaves.

Nesse momento entro em hiperconcentração, separo rapidamente todas as redondas. O tempo tá passando. Procuro me acalmar. Velocidade máxima. Não dá mais pra pedir ajuda pra ngm.

Começo a tentar abrir e nenhuma entra, nenhuma entra, nenhuma entra.. qdo 17:01 consigo abrir a porta.

Mas ai já era!

É uma mistura perigosa de procrastinação, auto-confiança e azar. É dificil acontecer, mas qdo acontece as conseqüências são desastrosas pra mim... e o q mto é pior, pros outros. :(

Sempre tem as justificativas né: "A gaveta emperrou, tinha um monte de chave lá, várias redondas, se vc tivesse deixado a chave certa pra mim não tinha acontecido!!" São argumentos válidos, posso dizer q a culpa não é SÓ minha, até é verdade.

Mas é aquilo. "Grandes poderes requerem grandes responsabilidades" (Tio Ben, tio do Homem-Aranha).

Se eu "podia" mudar a situação, então eu "deveria". E nem sempre dá pra amenizar as conseqüências.

A confiança, o sucesso, o sacrificio, as amizades... coisas sem preço, vai tudo pro saco, por bobagem.

Se eu tivesse aberto a porra da porta assim q me falaram, por mais problema q desse, daria pra eu pedir ajuda e mesmo q não resolvesse, eu não teria culpa pois eu falaria "Assim q vc falou eu já fui abrir".

Até ano passado eu nunca tinha me ferrado, sempre consegui na hora H escapar. Mas de 1 ano pra cá não tenho conseguido.

O meu escudo covarde pra me defender dos outros é "a culpa não é só minha". Mas de mim mesmo não há defesa, eu fico remoendo cada letra de "O grande culpado disso tudo sou eu". :(

Enfim, não posso mudar o passado. Mas sou novo e posso mudar meu futuro.

Conto com a q considero minha maior qualidade: Mudar a mim mesmo.

E estou decidido a viver de forma a me redimir pelas conseqüências desse meu defeito e mais q isso, à vencê-lo!

Pra terminar, 2 frases q tão na minha cabeça:

- "É preciso perdoar, para ser perdoado" (Jesus Cristo)
- "Eu falhei e falhei e falhei em minha vida. Por isso, venci." (Michael Jordan)

Abraços! :-/

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Chinelada no Dragão

Recuse imitações! :-P

Teve seminário lá na facul sobre a Ameaça da Concorrência Chinesa no Brasil.

Tivemos que escolher uma empresa para explicar como que estaria reagindo à China. Escolhemos a Alpargatas, que fabrica as Havaianas.

Por uma série de fatores concluímos que ela tá conseguindo driblar a concorrência chinesa.

Ai o título da nossa conclusão foi: "A Chinelada no Dragão" :-P

Chegou o dia da apresentação, procuramos ser bem originais, fomos de roupa social e Havaianas (a minha era uma imitação afff) e na hora da conclusão eu iria dar uma chinelada na mesa, para então explicar os como as Havaianas estavam superando a ameaça chinesa.

O grupo tava um pouco nervoso, afinal valia 1/3 da média de 4 matérias e o trabalho escrito tivemos uns problemas, não tinha ficado bom... tínhamos q garantir na apresentação.

Ai rolou uns errinhos na apresentação, fui ficando ansioso.. mais e mais..

Quando na metade da apresentação, completamente fora da hora, do q tinha sido combinado...

Dei uma chinelada com tudo na mesa!!!

Puta merda! :-/

A banca de professores ainda se recuperava do susto né (principalmente a professora de TGA) quando todos os olhares se fixaram em mim e o silêncio soberanamente reinou.

Pensei em um monte de coisas, deu pra refletir bastante sobre minha vida... mas nada útil...

mas eu tinha q agir: "CAAAALMA PROFESSORA!!! Não vai me dizer q vc assustou?". Ela mal conseguiu responder. Alternava em rir, recuperar o fôlego e falar qq coisa. :(

Ai comecei a falar a parte do meu amigo. Sorte que eu tinha escrito aquela parte. Falei das imitações, q são de menor qualidade, ai tirei meu chinelo tudo desbotado e fedido e fui mostrar pra banca... eles não demonstraram mto entusiasmo, não foi uma boa. :'(

Finalmente chegou na parte da "Chinelada no Dragão", pensei em dar outra chinelada maaas... resolvi explicar o melhor q pude... acho q os professores e as outras pessoas nem perceberam q eu entrei errado... as q eu conversei não perceberam :-/

No final, gostaram da nossa ousadia e etc, mas a parte escrita de TGA e Sociologia tava mto ruim.. não foi o suficiente para nos salvar.

Mesmo minha menor nota em prova ter sido 8, como eu não faço os "trabalhinhos" q todo dia pedem.. consegui ficar com 6 de média! Só q a média necessária é 7.

Não tem exame, não tem segunda chance. Reprovei em uma matéria pela primeira vez. Nunca tinha nem ficado de recuperação. Pelo menos não é pré-requisito de nada, vou fazer essa bosta de matéria no dia de são nunca.

Depois dessa, não tenho outra coisa a dizer a não ser: LAMENTÁVEL

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2007/06 - Corpus Christi - Caraguá (SP)

This album is powered by BubbleShare - Add to my blog

Data: 8 à 10 de Junho de 2007

Quem tava: eu Frô Carlinha Thiago

Ficamos na casa do Frô, fomos nos boulders de Ubatuba, na festa do camarão e subimos o morro Santo Antônio.

Os boulders de Ubatuba ficam no pontão da praia de fortaleza!

São boulders perfeitos, + de 100 de todas as graduações, mar cheio de peixes q dá pra mergulhar ali do lado, final de tarde rola tomar um suco, comer um pastel....

À noite é tudo escuro, céu estrelado, mar sem ondas por causa de uma ilha q tem na frente e tem aqueles plactôns q acendem conforme vamos nadando.. igual ao filme "A Praia"!!!

é surreal, UM PARAÍSO! O lugar q + curto escalar!

Lá encontramos várias pessoas bacanas: uns argentinos, umas minas mto gatas (e q escalam absurdo) :) , um pessoal de Indaiatuba, o campeão brasileiro o vice de escalada em 2006: Cesinha e Belê.... os caras detonam! E são gente boa demais!

Teve até um tiozão tirando o atraso com a patroa hahahahah mesmo com o pico lotado lá afff rsrs

Subimos no morro de Sto Antônio para tentar saltar de paraglider, mas tava sem vento.. a vista é show! Dá pra ver Caraguá inteirinha!

Ai fomos ver de andar de caiaque, mas em nenhuma praia tinha cara alugando, ai não rolou tb...

mas ficamos lá, almoçamos super bem e tomamos sorvete!! tava mto bom!!

um feriado perfeito!

faltou o Vitão, Aninha, Mathews, Thomate, Guido.. band of losers!! :-/

Todos os dias de sol, mas não mto quente... belas paisagens, tempo pra pensar, escaladas bacanas, galera show, comendo bem, dormindo bem, tomando mto banho e gastando pouco!

uma viagem "djóvem" mesmo!!!

valeu por mais essa! Q venham as próximas!! :D

Abraços!

2 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

20.6.07

Gorda Esperta

Imagina uma pessoa q te trata super bem, com toda gentileza, educação... um doce de pessoa!

Assim é a mãe do meu amigo "Gay"briel, pelo menos comigo! hahahah

Um dia ela tava no estacionamento do varejão, esperando há tempos uma vaga, quando avistou uma, deu seta e ficou esperando enquanto o outro carro saía.

Mal saiu o carro, veio uma gorda e pá! Estacionou na vaga.

A mãe do meu amigo, que há tempos estava lá, resolveu descer e explicar pra moça: "Olha, acho q vc não me viu, mas eu estava aqui faz tempo, dando seta, aguardando o carro..."

Nisso a gorda dá um risada e diz: "O mundo é dos espertos!! hahahaha" e deixa a mãe do meu amigo falando sozinha.

foda né?

Adivinha o q a doce mãe do Gaybriel fez!?

Riscou o carro da gorda inteiriiiinho... de fora a fora.... e ainda escreveu no vidro: "GORDA ESPERTA"

hahahahahahahhahahahahahahahhaha

Detonou!!! Nooossa virei fã!!!! \o/

Vai mexe com a família do Gaybriel!!!

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Um Dia Perfeito

Avenida q vai pro meu trabalho. Não nessa foto, mas de manhãzinha, qdo há uma leve neblina, dá pra ver raios de sol cruzando as árvores =)

Um dia em q vou acordar nem mto cedo nem mto tarde.

Pegar minha biz preta, colocar minha jagueta marrom, capacete, óculos escuros, ligar o mp3 e sair.

Passaria acelerando numa avenida q tem perto de casa, com as árvores carregadas de flores, grama bem verde, vento batendo, sol brilhando, céu azul.

Nesse dia, eu trabalharia também. Teria vários problemas fodas pra resolver, mas com um certo esforço e trabalhando em equipe, conseguiríamos resolver td e entregar um trabalho bacana!

Nesse dia eu almoçaria com minha família, todos à mesa, comida no capricho, coca-cola gelada, sorvete de chocolate, meus cachorros de banho tomado cercando a mesa atrás de carninha hahahah

No final do dia, iria escalar com meus amigos... daria risadas, curtiria as vitórias de cada um na escalada!

Mais a noite, encontraria uma menina especial, q se sentisse bem com minha presença, q sentisse minha falta, q quisesse meu abraço, bjos... e ficaria com ela curtindo a noite clara até o sono vir... e então me despediria com saudades.

Pegaria minha moto e saíria curtindo a noite, o vento, as luzes, os sons.

Chegaria em casa, reparia no silêncio, tomaria um banho quente e demorado, do jeito q meu padrasto não gosta hahahah

Deitaria na minha cama arrumada, apagaria a luz e agradeceria a Deus pelo dia q eu tive.

Em dias assim, sou extremamente feliz! :D

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Da Esteira

aff foi uma das maiores vergonhas q passei na minha vida... se bem q de passar vergonha, to ficando calejado já.. cada dia sinto menos :-P

Então, um dia tava eu lá academia, lotaaaada... correndo na esteira, desligadão da vida...

e tava curtindo demais correr, ficava pensando: "nossa quem sabe eu ainda não corro na Integração, deve ser mto loko" :)

só q ai eu já tava correndo a um certo tempo... tinha colocado mto rápido.. mó cansadão já... logo logo ia ter q parar...

mas putz não deu tempo!! não sei o q aconteceu! se tropecei.. ou se pisei fora.. hahahhahaha

só sei q qdo vi já tava bjando o chão da esteira!! =-/

nossa!! segurei em td q tinha! no painel.. dos lados... no chão.. apertava td os botões... tavam afundados.. não desligava!

e ela tava mto rápida.. eu tentava ficar de pé e já parava no chão de novo!!!

mas foi discreeeto... só parecia q tava dando trovão de tanto barulho eu tava fazendo!!! vcs tinham q ver a cara de TERROR da mulher q tava correndo na esteira ao lado!! tudo q consegui fazer foi abrir um sorriso amarelo como se tivesse "tudo bem".. e continuei com minhas pernas trançando.. dando nó! :-P

depois de mtoo tempo LUTANDO com a esteira.. consegui rastejar pra fora dela .. ai eu desliguei a filha da putaaaa!!!!! aeeeeee \o/

depois de fiquei um tempão explicando pras pessoas q eu tava bem.. depois do "combate".. "essa merda de esteira.. acho enroscou.. tá quebrada" hahahah

olha imaginem essa cena da pior maneira possível! garanto q lá foi umas 5x pior!! Não dá pra explicar.. mó vergonha.... lamentável

agora não consigo mais correr em esteira, sempre q tento, tenho a sensação q vou cair... :(

até em escada rolante eu fico esperto!

hahahahaha

mas é isso ai! to pronto, q venha a próxima situação "futura-história-coringa" \o/

abraços!

2 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Amyr Klink: Um Homem Precisa Viajar

Nesse post: Vídeo, Principais Livros, alguns dos Melhores Trechos e um pouco Sobre Amyr Klink.


http://www.youtube.com/v/wFfeolX-Rr

Principais Livros:

Cem Dias entre o Céu e o Mar
Paratii: Entre Dois Pólos
Mar Sem Fim

Alguns dos melhores trechos:

"Um homem precisa viajar.
Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou tv.
Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu.
Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor.
Conhecer o frio para desfrutar do calor. E o oposto.
Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto.
Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser;
que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver".

"Comemorei sentado, quieto, com a boca cheia, a minha maior conquista: PARTIR.
Ainda que minha viagem durasse apenas um único e mísero dia.
Parti para a minha mais longa travessia e mesmo que ela só durasse esse único dia,eu havia escapado do maior perigo de uma viagem da forma mais terrível de naufrágio: NÃO PARTIR"

"Transformar o medo em respeito, o respeito em confiança.
Descobri como é bom chegar, quando se tem paciência.
E para se chegar onde quer que seja,
aprendi que não é preciso dominar a força, mas a razão.
É preciso antes de mais nada querer."

"O que antes me assustava ou preocupava, agora fazia pensar. Pelas janelas de onde via apenas neblina e as velas cheias, fiz passar todas as imagens que desejei ver. E as toquei. Não há mais verdadeira e pura forma de sentir lugares do que tocá-los com a quilha de um barco. Ou com os dedos. A mais simples e universal maneira de expressar carinho. O toque."

"Já acordado na Antártida, ouvi ruídos que pareciam fritura. (..) Eram cristais de água doce congelada que faziam aquele som quando entravam em contato com a água salgada. O efeito visual era belíssimo. Pensei em fotografar, mas falei para mim mesmo: calma, você terá muito tempo para isso! Nos 367 dias que se seguiram, o fenômeno não se repetiu. Algumas oportunidades são únicas!"

"no fundo, eu parti para voltar"

Sobre Amyr Klink:

Aos 22 anos, Amyr explorou de moto a América do Sul junto com um amigo. Nos anos seguintes, fez viagens por todo o Brasil.

É graduado em Economia pela USP e pós-graduado em Administração pela Mackenzie. Arrumou emprego em um banco, às 3 da tarde costumava dormir escondido no banheiro. Largou tudo e passou a se dedicar às viagens. Ele diz: "Eu não conseguia gostar daquilo: uma instituição que eu não conhecia, na qual não enxergava uma alma, nem uma missão, só o lucro... Aquilo me sacudiu mais do que qualquer tempestade com ondas"

Aos 29, em 84, com um barco a remo que ele mesmo ajudou a projetar, foi remando sozinho da África até Salvador-BA.

A viagem é contada no livro Cem Dias entre o Céu e o Mar.

Conheceu a esposa quando ela foi entrevistá-lo sobre o feito. Ao pular para o barco dele, caiu e foi sugada por uma hélice. Amyr saltou imediatamente na água e a salvou.

Em 89, em um barco que ele também ajudou a projetar, foi sozinho para a Antártica (pólo Sul) onde permaneceu durante 1 ano. Assim que o mar à volta do seu barco descongelou, em vez de voltar, simplesmente decidiu (do nada!) ir ao Ártico (pólo Norte), para só então voltar ao Brasil.

A viagem é contada no livro Paratii: Entre Dois Pólos.

Em 98, deu a volta ao mundo pela rota mais difícil, circunavegando a Antártica e uma expedição tripulada em um outro barco que também ajudou a projetar.

A viagem é contada no livro Mar Sem Fim.

Já enfrentou uma semana de ondas de 30 metros, foi mais de 15 vezes para a Antártica e muitas vezes para vários lugares do mundo.

Também faz palestras no meio empresarial, escreve livros que figuram entre os mais vendidos e participa de projetos especiais.

O que mais gosta na Antártica é a luz, diz que tudo reflete a luz e que basta uma noite de céu estrelado para se poder caminhar tranquilamente sobre o gelo.

Acredito que essas viagens possibilitem dar mais valor as coisas e as pessoas, a se sentir bem consigo mesmo, a parar de perseguir bobagens, a refletir profundamente, a dominar o medo pela razão e a ver belezas incomparáveis. E eu valorizo muito isso.

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Para eu não esquecer!

Algo que escrevi para mim mesmo, num caderno que ainda tenho, quando tava me preparando pra prestar vestibular e etc..

Vou deixar aqui, para eu não esquecer. ;)

"Não quero mais perder para mim mesmo! Cansei de meias medidas! Quero encarar as dificuldades como desafios, oportunidades!

Sou um megalomaníaco: quero grandes conquistas, alegrias, amizades, amores, emoções!

Quero buscar minha vida em cada respiro.

Quero expandir, desbravar, alcançar! Tornar-me tudo aquilo q sou capaz de ser!!!

Sem esquecer o que sou e de onde vim.

Sem esquecer que existem oprimidos, infelizes.

E que mesmo que não seja possível, poderei sempre tentar...

E quem sabe, CONSEGUIR!"

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us
Blog Widget by LinkWithin