29.3.08

"Para abalar", Mário Quintana

"Meus versos não são para embalar, mas para abalar."

(Mário Quintana)



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin