29.3.08

"Salvation Mountain", Leonard Knight

Leonard Knight e sua Salvation Mountain! =)

Anita Roddick disse, certa vez:

"Existem pessoas que vivem fora das linhas... e Leonard é uma delas.

Alguns podem chamá-lo de louco. Mas para mim, ele é uma inspiração."


Tudo começou em 1967, enquanto ele estava sozinho em sua van. Era quarta-feira de manhã, ele tinha 35 anos e sentia-se vazio, cansado das coisas.

Foi quando, sem saber por que, começou a falar alto e repetidamente: "Jesus! Por favor, venha pro meu coração!" e de repente sentiu-se bem, feliz, completo.

Anos depois ele viu um balão voando pela cidade e percebeu o impacto que aquilo teve nas pessoas. Decidiu fazer um balão cheio de mensagens sobre o quanto Deus ama as pessoas.

Passou anos se dedicando ao máximo nessa idéia, ele mesmo construiu o balão (100m de circunferência!) e em 1984 foi até o deserto para soltá-lo.

Mas ficou muito grande, Leonard não conseguia inflá-lo. Muitas pessoas tentaram ajudar, fizeram de tudo! Mas não conseguiram fazê-lo voar.

Leonard se sentiu um fracasso. Decidiu ficar ali mais uns dias e fazer uma pequena homenagem para Deus em cima de uma montanha. Utilizava tinta, cimento, argila e alguns objetos que encontrava no deserto.

Só que os dias viraram semanas, as semanas viraram meses... e 23 anos depois ele continua esculpindo e pintando, aquela mesma montanha, com palavras como: Amor, Paz, Alegria, Sacríficio, Compaixão. Tudo para transmitir sua mensagem: "Deus é Amor".

BubbleShare: Veja o Álbum
Após 4 anos de trabalho na montanha, um desabamento pôs tudo abaixo. Sem perder o entusiasmo, Leonard voltou a reconstruí-la, com mais cuidado para que não houvessem outros desabamentos.

A 1ª montanha, antes e após o desabamento.

Em 94, algumas autoridades locais julgaram que a Salvation Mountain poderia se tornar um empecilho nos planos de desenvolvimento econômico da região. Para justificar seus atos, as autoridades alegaram que ali havia alto níveis de substâncias tóxicas.

A população rapidamente se organizou e reuniu centenas de assinaturas e conseguiram um outro laudo, revelando que ali não havia nenhuma contaminação. Em 2002, a Salvation Mountain foi nomeada Tesouro Nacional dos EUA.

A Salvation Mountain está com aproximadamente 15m de altura e ocupa uns 50m de diâmetro e recebe cerca de 100 visitantes por dia, que Leonard faz questão de receber afetuosamente.

Leonard pede que qualquer doação seja feita em tintas, de preferência acrílica. Estima-se que ele tenha utilizado mais de 100.000 galões em seu trabalho.

Seu balão foi reconstruído e hoje é exibido no Baltimore's American Visionary Art Museum, dirigido por Rebecca Hoffberger:

"Sua arte é sobre o amor. Não há julgamento na sua visão de Deus. Ele simplesmente ama as pessoas. É um artista reconhecido mundialmente, não é isso que todos queremos ver? Ele faz isso sem nos cobrar nada."

Leonard agora está com 76 anos e dorme todos os dias no Salvation Truck. Quando questionado se é feliz, ele responde:

"Eu amo todo mundo. Não forço ninguém sobre suas crenças. O grande propósito disso tudo é que Deus nos dá seu amor, de uma forma simples. É simplesmente uma linda história de amor.

Quando estou pintando ou esculpindo, eu estou me divertindo. Nunca fui tão feliz em toda minha vida."

Histórias assim me emocionam muito! Preciso conhecer a Salvation Mountain... tanto quanto a Capela Sistina! \o/

Visite virtualmente a Salvation Mountain:

MUITO PERFEITO!!! :D

Quando abrir a foto panorâmica, utilize as setas na direita para navegar e dar zoom.

Se preferir, clique e arraste o mouse na paisagem, pra direção que quiser! Pros lados, pra cima, pra baixo. Role a bolinha de scroll do mouse para dar zoom!

Vista de Frente: Salvation Mountain - Front View

Outras vistas: Will Pearson Panoramic Photography: Salvation Mountain (nas vistas internas, não esqueça de mover a seta pra cima! muito loko! :D)

Entrevista de Leonard Knight, sobre a Salvation Mountain:

http://www.youtube.com/watch?v=oCjLlRx240I

MAIS LINKS!

Cena do filme Into The Wild, na Salvation Mountain (SHOW!!!)
Salvation Mountain no Google Maps
Site Oficial da Salvation Mountain e Leonard Knight

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

"Lady Don't Cry", Red Velvet

hahaha aproveitem o fim de semana! :D


http://www.youtube.com/watch?v=9WJd2WvH-2o

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

"Para abalar", Mário Quintana

"Meus versos não são para embalar, mas para abalar."

(Mário Quintana)

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

27.3.08

Petição para Alerta AMBER

Amber Hagermanfontes:
AMBER, o alerta que salva
Blog Diga NÃO à Erotização Infantil - autor da petição


Amber Hagerman tinha 9 anos quando foi sequestrada enquanto andava de bicicleta perto de sua casa, em Arlignton no Texas.

Embora a polícia tenha localizado um vizinho capaz de descrever o veículo envolvido, não havia meio de disseminar esta informação rapidamente à comunidade.

Apesar dos esforços das agências policiais e da comunidade, o corpo nu da menina foi encontrado 4 dias depois, flutuando de bruços em um riacho, com o pescoço cortado.

Os pais e a comunidade, enfurecidos, começaram a procurar por um meio mais rápido e eficiente de divulgar informações sobre crianças desaparecidas. 74% das crianças mortas pelos sequestradores são mortas nas 3 primeiras horas. A recuperação rápida da criança aumenta a probabilidade de que ela seja encontrada com vida.

Foi então criado o Plano de Alerta AMBER, que obriga os veículos de comunicação a divulgar informações com nome, fotos e características das crianças, bem como qualquer pista que leve a encontrar a criança e um número é disponibilizado, para que pessoas interessadas possam ligar e dar mais informações.

Há critérios específicos que põe em andamento o plano:

1. Oficiais policiais confirmam o rapto

2. A polícia determina que a criança está em perigo de ferimento ou morte

3. Evidência é juntada (por exemplo, uma descrição detalhada da criança, do raptor, ou veículo envolvido no ato) para ajudar na rápida recuperação da criança.

O AMBER Alert Net é uma das várias iniciativas que têm como objetivo aumentar o alcance do Plano de Alerta AMBER, fazendo com que ele atinja usuários da internet em casa e no trabalho.

Vários países estão aderindo a esse alerta. Vamos aderir aqui no Brasil também:

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

"What's Next in Marketing & Advertising", Paul Isakson

EXCELENTE!!! :D Explica de forma muito clara como fazer marketing e propaganda daqui pra frente...

Para saber mais:
Blog do Paul Isakson

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

24.3.08

Lance Armstrong

Lance Armstrong
"Viva com força!"
(Lance Armstrong)

Sem dúvida nenhuma, Lance Armstrong é um dos meus maiores ídolos!

Quando novo, sua mãe teve de trabalhar em até 3 empregos para sustentá-lo, depois que o pai os abandonou. Lance viu nos esportes uma forma de ajudar a mãe e passou a se dedicar muito. Com apenas 25 anos, já estava entre os melhores ciclistas do mundo.

Nessa idade, após algumas dores na virilha e de vomitar sangue, descobriu que tinha 3 tumores (no testículo, pulmão e cérebro) e que tinha poucas chances de sobreviver.

Se sobreviver seria improvável, muito mais seria voltar a competir ou andar de bicicleta. Para quem viveu a maior parte da vida em cima de uma, não deve ter sido fácil ouvir isso.

Abaixo, o que ele disse durante a entrevista em que contou que estava doente:

"Quero que todos saibam que vou vencer essa doença! E mais! Vou competir como ciclista profissional novamente..."

LIVESTRONGDepois disso começou seu tratamento que durou cerca de 1 ano. Foi quando criou sua fundação LIVESTRONG (ótimo nome!) de combate ao câncer. Famosa pela venda das wristbands para arrecadar fundos.

Após o término do tratamento, tinha dificuldade até para subir uma ladeira. Mesmo assim anunciou que regressaria às competições. E 1 ano depois disso (apenas!), venceu a maior prova do ciclismo mundial: O Tour de France.

E nos 6 anos seguintes também, quando se aposentou como o único Hepta Campeão dessa competição.

O cara teve várias dificuldades na vida, batalhou muito, venceu uma grave doença, ninguém no mundo o derrotou em cima de uma bike por 7 anos enquanto competiu, criou uma das mais importantes entidades de combate ao câncer do mundo... o cara simplesmente faz jûs mesmo ao apelido "o imbatível"!

Ele lançou um livro (que pretendo ler) com a história da sua vida e da sua luta ao câncer "De Volta à Vida" (It's not about the bike: my journey to life)

Para terminar, mais uma frase dele :

"Dor é temporária. Desistência, no entanto, dura para sempre."

Lance Armstrong
Vejam os sites dele:

LIVESTRONG Foundation
LIVESTRONG Challenge
LIVESTRONG Blog

Lance Armstrong Official Website

Vídeo com cenas de Lance Armstrong:
(animal qdo ele começa a se distanciar dos outros hahah)
http://www.youtube.com/watch?v=Kif_S8wwRRs

2 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Nokia Morph

Celular conceitual da Nokia, que mostra as possibilidades da nanotecnologia! INCRÍVEL! =)


http://www.youtube.com/watch?v=Zto6aTZM9t0


Saiba mais: http://www.nokia.com/A4852062

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

23.3.08

"A Estratégia do Oceano Azul", W. Chan Kim e Reneé Mauborgne

Em vez de competir, torne a concorrência irrelevante!

Essa é a proposta do livro e achei excelente a forma como esquematizaram toda a estratégia, de maneira tão simples.

O livro apresenta muitas idéias úteis, de forma bem completa, e estudos de casos muito bons de várias organizações e setores (cirque du soleil, jet blue, polícia de NY..).

Muitas vezes de forma completa até demais, virando encheção de lingüiça pura, repetindo demais as coisas.

Mesmo assim, considero uma ótima leitura com idéias indispensáveis. Vale a pena ter paciência em ler. ;)


Resumo / Melhores Trechos do Livro:

Oceanos Vermelhos são os mercados conhecidos, onde a competição é acirrada e sangrenta.

Oceanos Azuis são os mercados ainda não existentes, com todo potencial a ser explorado.

O que é a Estratégia do Oceano Azul?
  • A melhor forma de enfrentar os concorrentes, não é competir, mas tornar a concorrência irrelevante

  • Inovação de Valor: é a Inovação com ênfase no Valor.

    Inovação sem valor tende a ser movida pela tecnologia, oferecendo pionerismo além do que os clientes estão dispostos a comprar.

    Valor sem inovação é criação de valor em escala incremental, sem sobressair-se no mercado.

    Inovação + Foco na Criação de Valor =
    Utilidade alta + Preço Lucrativo + Custo Baixo e Acessível

Pesquisa de clientes: não adianta muito, os clientes tb não sabem como explorar novos mercados.

Nos lançamentos de novos negócios de 108 empresas:
  • 86% foram extensões dos produtos existentes (oceanos vermelhos). No entanto, esses casos responderam a apenas 62% da receita e a 39% do lucro.

  • Enquanto que os 14% lançamentos restantes (oceanos azuis) responderam por 38% da receita e 61% do lucro!
Diferenças entre Oceanos Vermelhos e Azuis:

Diferenças entre Oceanos Vermelho e Oceanos Azul
Ferramentas e modelos de análise:
  • Matriz de Avaliação de valor

    • capta a situação atual do mercado conhecido
    • permite compreender os atributos nos quais se baseia a competição
    • a empresa deve mudar o foco dos concorrentes p/ setores alternativos e dos clientes p/ os não-clientes do setor
  • Modelo das 4 ações
  • Características de uma boa estratégia do Oceano Azul:

    • foco
    • singularidade
    • mensagem consistente
  • O que se pode identificar com a Avaliação de Valor:

    • Empresa à deriva no oceano vermelho
    • Excesso de atributos sem retorno
    • Estratégia incoerente
    • Contradições estratéicas
    • Empresa com foco interno
Formulando a estratégia
  • Reconstrua as Fronteiras do Mercado (6 Fronteiras):

    • Examine os setores alternativos: Verifique atividades com formas e funções diferentes, mas com mesmo propósito do seu produto. E o q leva os clientes a escolherem entre eles. Ex. Restaurante e cinema.

    • Examine os grupos estratégicos dentro dos setores: Verifique como atua as empresas que adotam estratégias semelhantes de preço e desempenho. E o que leva os clientes a escolherem entre elas. Ex. Mercedez / BMW, Ford/Fiat.

    • Examine a cadeia de compradores: Os compradores podem não ser os usuários finais do produto. Há também os influenciadores. Em q grupos de compradores seu setor se concentra? Como seria possível mudar o foco para outro grupo da cadeia de compradores? Ex. Indicação de remédios pelos Médicos aos pacientes.

    • Examine a oferta de produtos e serviços complementares: Identifique a solução total procurada pelos compradores qdo escolhem produtos/serviços. Qual é o contexto em q seu produto/serviço é utilizado? O q acontece antes, durante e depois? Vc tem condições de identificar os pontos de "aborrecimento"? como eliminar esses pontos através de produtos/serviços complementares? Ex. cinema e estacionamento. software e Hardware. Vôos e transp. terrestre.

    • Examine os apelos funcionais e emocionais dos compradores: Alguns setores apelam para as funcionalidades e outros apelam às emoções. Com o passar do tempo, as empresas tendem a se aprofundar cada vez mais no mesmo tipo de apelo. Se o apelo da sua empresa é mais funcional, como torná-lo mais emocional? No sentido oposto, se o apelo é mais emocional, como torná-lo mais funcional?

    • Examine o transcurso do tempo: Quais as tendências futuras para o setor q decididamente afetarão o futuro dos negócios?
  • Concentre-se no panorama geral, não nos números

    • Despertar Visual: Compare sua empresa com os concorrentes, desenhando a matriz de avaliação de valor. Identifique onde sua estratégia deve ser alterada.

    • Exploração visual:

      • Saia a campo e explore as 6 fronteiras q leva aos oceanos azuis
      • Veja q fatores se deve eliminar, criar ou mudar
      • Não basta conversar com as pessoas, é preciso observá-las em ação.
      • Uma empresa não deve terceirizar seus olhos e ouvidos. Nada substitui a própria percepção.

    • Feira de estratégia visual: Apresentação aos stakeholders da matriz de avaliação de valor atual e da nova proposta.

    • Comunicação visual: Apresentação das matrizes e da estratégia de forma clara aos funcionários.
  • Vá além da demanda existente

    • Em vez de focar nos clientes, foque nos não-clientes.

    • Em vez de atentar para as diferenças entre os clientes e segmentar cada vez mais, amplie a demanda existente construindo pontos em comum valorizados pelos compradores e nos motivos q eles não compram ainda no seu setor

  • Acerte a seqüencia estratégica

    • Não se deve permitir que o custo determine o preço. Tb não se deve reduzir a utilidade pq o alto custo inibe o lucro. Qdo o custo-alvo é inviável, ou se abandona a idéia ou se inova no modelo de negócio p/ alcançar esse custo

    • Se a tecnologia não tornar as vidas dos compradores tremendamente mais simples, conveniente, produtiva e menos arriscada ou mais divertida e sofisticada, ela não atrairá as massas.
  • Teste de Utilidade Excepcional

    • Os 6 estágios do ciclo da experiência de compra

    • As 6 alavancas da utilidade

      Se suas ofertas se enquadrarem nos mesmos espaços dos concorrentes, o mais provável é q sua oferta não seja um oceano azul

    • Obstáculos à Utilidade do Comprador


  • Precificação Estratégica

    Muitas empresas primeiro testam o novo produto procurando clientes ansiosos por novidades e insensíveis ao preço, e com o passar do tempo diminuem o preço pra atrair a massa de compradores.

    No entanto, é cada vez + importante definir o preço q conquistará rapidamente as massas

    1ª Razão: o volume gera retornos + elevados do q de costume.

    2ª Razão: para o comprador, um grande número de usuário pode tornar o produto mais útil. Ex. Ebay

    As empresas devem começar com uma oferta irrecusável, difundindo a reputação de pionerismo e conquistando grande volume de usuários, preservando a sua capacidade de atração dos compradores e desencorajando imitações + baratas.

    1 - Identificar o Corredor de preço das massas
    2 - Especificar uma faixa dentro do corredor de preço

    Busque a faixa de preço inferior se:
  • sua oferta apresenta altos custos fixos e custos variáveis pequenos
  • se sua atratividade depende das externalidades da rede
  • se sua estrutura de custo se beneficia de fortes economias de escala e de escopo
  • Custo-alvo

    A empresa deve começar com o preço estratégico e dele deduzir a margem de lucro almejada para chegar à meta de custo.

    Se as empresas não se desdobrarem de maneira criativa para atingir a meta de custo, mas irem pelo atalho de aumentar o preço estratégico ou de reduzir a utilidade, elas não estarão na trajetória para águas lucrativas.

    Para isso, as empresas devem:
  • Dinamizar as operações e implementação de inovações de custo, desde a fabricação até a distribuição
  • Fazer parcerias, principalmente nas atividades de produção e distribuição
  • Mudar o modelo de precificação do setor - e não o nível do preço estratégico (aluguel, time-sharing, leasing, slice-share..)
  • Barreiras à Adoção

    Empregados, Parceiros, Público:
    O desafio é engajá-los em uma discussão aberta sobre as razões que tornam necessária a adoção da novo idéia. É preciso explicar seus méritos, definir expectativas e como a empresa lidará com tais implicações. Os stakeholders devem saber que foram ouvidos e que não haverá surpresas.
  • Teste de Idéias do Oceano Azul (TOA)

    • A utilidade é excepcional?
    • O preço é bem acessível aos compradores-alvo?
    • A estrutura de custo é compatível com a meta de custo?
    • Você enfrentou antecipadamente as barreiras à adoção?
Executando a Estratégia
  • Supere as 4 Barreiras Organizacionais


    Para superar essas barreiras é preciso liderança nos pontos de desequilíbrio.

    A superação de grandes desafios não exige que se reúnam igualmente maciços. Em vez disso, o mais importante é conservar recursos e prazos, concentrando o foco em identificação e exploração dos fatores de influência desproporcional na ruptura do status quo, na obtenção do máximo de resultados com o mínimo de recursos, na motivação dos líderes e na derrubada das barreiras políticas.

    • Rompendo o Status Quo

      Mensagens transmitidas por meio de anúncios e números raramente permanecem na memória das pessoas.

      Aqueles gerentes cujas unidades estão indo bem vão achar que a crítica não é para eles. Já os gerentes cujas unidades estão indo mau, vão interpretar como advertência e se voltarão para o mercado de trabalho ao invés dos problemas da empresa.

      Ver para crer: o melhor é fazer com que as pessoas experimentem a dura realidade dos principais problemas operacionais em primeira mão.

      Encontre-se com clientes desgostosos: Não confie em pesquisas de mercado. Quantas vezes sua diretoria observa o mercado com seus próprios olhos se reunindo com clientes insatisfeitos?

    • Supere a Barreira dos Recursos

      Quando falta recursos, quase todos os CEOs optam por restringir suas ambições e desmotivam a força de trabalham, ou lutam por mais recursos dos acionistas e banqueiros, processo muitas vezes demorado, que dispersa o foco em relação aos problemas básicos e trás muitas implicações políticas.

      Em vez de concentrar-se na obtenção de recursos, concentre-se na multplicação e em não desperdiçar os recursos disponíveis.

      Concentre os recursos nos pontos quentes, que são atividades que consomem poucos recursos e possuem alto potencial de desempenho, liberando dos pontos frios.

      É preciso barganhar o excesso de recursos existente em uma área pelo excesso de recursos em outra, de modo a preencher as carências de recursos.

    • Supere a Barreira Motivacional

      Foco nos Pinos Mestres: são os membros que atuam como líderes naturais, respeitados e convincentes, ou que tem a capacidade de abrir ou bloquear acesso aos recursos-chave.

      A essência da motivação dos pinos mestres consiste em sempre ressaltar a atuação deles, posicionando sobre os refletores, dando-lhes o máximo de visibilidade.


      Enquadre o desafio estratégico de modo que as pessoas de todos os níveis acreditem que ele é superável.

    • Supere a Barreira Política

      Insira na alta administração um conselheiro político, um insider altamente respeitado, que conheça as armadilhas e as pessoas que o atacarão e aquelas que o defenderão. Alavanque as pessoas que ganharão com a mudança e silencie aqueles que tem a perder, esqueça os indiferentes. O ideal é tentar produzir resultados favoráveis para todos. O importante é movimentar-se com rapidez. Isole os defratores formando aliados, antes mesmo de começar a batalha. A sabedoria convencional da mudança organizacional se fundamenta na transformação da massa. A nossa estratégia fundamenta-se nos pontos de grande influência no desempenho, para promover a mudança com rapidez e baixo custo.

Embuta a Execução na Estratégia

Nas linhas de frente, exatamente onde a estratégia deve ser executada, quanto mais distantes do desenvolvimento da estratégia, mais as pessoas se ressentirão das pressões para executá-la.

As pessoas responsáveis por executar a estratégia precisam considerar justo o processo de execução. Envolvendo e explicando com clareza o processo e as expectativas, se obtém confiança e comprometimento dos executores, que passam a cooperar voluntariamente.

Os 3 E's do processo justo:
  • Envolvimento: engaje os indivíduos nas decisões estratégicas que os afetam, pedindo sua contribuição e permitindo questionamentos. O envolvimento trasmite o respeito da gerência pelos indivíduos e por suas idéias, aumentando a inteligência coletiva e resultando em melhores decisões e em maior comprometimento na execução.

  • Explicação: todos devem entender as razões e critérios das decisões estratégicas. Isso promove a confiança nos indivíduos, mesmo quando suas próprias idéias são rejeitadas.

  • Expectivas: os empregados devem saber com nitidez o que se espera deles, por quais padrões serão avaliados e quais as conseqüências do fracasso.

Emocionalmente e intelectualmente, todas as pessoas buscam reconhecimento de seus sentimentos e de suas idéias. Quando reconhecidas, as pessoas se sentem motivadas a impressionar e a confirmar as expectativas quanto à sua capacidade mental.


Sustentabilidade e Renovação da Estratégia do Oceano Azul

Barreiras à Imitação
:
  • A inovação de valor não faz sentido à lógica convencional
  • A estratégia do oceano azul pode entrar em conflito com a marca da empresa. Ex. The Body Shop e Avon.
  • O mercado raramente comporta um segundo participante
  • Patentes podem bloquear a imitaçãoç
  • Grandes volumes geram rápidas vantagens de custo ao inovador, desencorajando os concorrentes
  • Em geral, a imitação também exige mudanças polìticas, culturais e operacionais significativas
  • A inovação de valor promove uma renovação na marca, atraindo clientes leais que rejeitam os imitadores
Quando inovar em valor novamente?

A empresa precisa monitorar a Matriz de Avaliação de Valor do seu produto e dos concorrentes. É hora de desbravar um outro oceano azul quando a curva do seu produto e a dos concorrentes começarem a convergirem.

Enquanto a curva de valor do seu produto apresentar foco, singularidade e mensagem consistente, deve-se resistir a tentação de buscar um novo oceano azul, e sim concentrar-se na ampliação do fluxo de caixa por meio de melhorias operacionais e de expansão geográfica a fim de maximizar as economias de escala e a cobertura do mercado. O objetivo é dominar o oceano azul tanto tempo quanto possível.

2 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

20.3.08

"Vamos Fugir", Skank (Comercial Rider)

O feriado tá chegando.. =)


http://www.youtube.com/watch?v=WYEQ6jGYcCw

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

18.3.08

"Por que não?", Bernard Shaw

Bernard Shaw
"Algumas pessoas vêem as coisas como são e perguntam:
'
Por quê?'

Sonho com coisas que nunca existiram e pergunto:
'
Por que não?'"

(Bernard Shaw)

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

17.3.08

"Branding e Design", Lea Alcantara

Lea AlcantaraCurti muito esses slides!! :D

Saiba mais sobre Lea Alcantara:
Lealea Design
Blog da Lea
Art of Self-Branding


veja os slides "Construindo uma Marca através do Design":
(Build a Brand Through Design)




slides "A Arte da Marca Pessoal":
(The Art of Self-Branding)


0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

16.3.08

"Se", Rudyard Kipling

"Se você é capaz manter sua cabeça no lugar quando todos estão perdendo as deles, e te culpam disso;

Se você é capaz confiar em si mesmo quando todos duvidam de você, e no entanto, permite que duvidem;

Se você é capaz de esperar sem perder a esperança;

Ou sendo enganado, não se utilizar de mentiras;

Ou sendo odiado, não se render ao ódio e ainda não parecer bom demais, nem pretensioso;

Se você é capaz de sonhar, sem fazer dos sonhos seus donos;

Se você é capaz de pensar, sem fazer dos pensamentos suas armas;

Se você é capaz de encontrar com o triunfo e com o desastre e tratar esses 2 impostores da mesma maneira;

Se você é capaz de aguentar ouvir a verdade que disseste ser distorcida por pessoas sem princípios em armadilhas para tolos;

Ou assistir as coisas pelas quais você deu sua vida, estraçalhadas, e reconstruí-las com o pouco que lhe reste;

Se você é capaz de arriscar numa única tentativa, tudo o que ganhaste em toda sua vida,

e ao perder, retornar ao ponto de partida, sem resmungar uma palavra sobre sua perda;

Se você é capaz de forçar seu coração e nervos e músculos, e dar o máximo depois que se esgotarem,

e ainda aguentar quando não há nada mais em você, exceto aquela vontade que diz para eles: "Aguentem firme!";

Se você é capaz de falar com a plebe sem se vulgarizar, e andar com reis, sem perder a naturalidade;

Se nem inimigos nem amigos queridos podem machucar você,

Se todos os homens contam com você, mas não demasiadamente;

Se é capaz de preencher o impiedoso minuto com 60 segundos valiosos como os de uma corrida à distância,

Sua é a Terra e tudo o que há nela, e - mais do que isso - você será um Homem, meu filho."

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

11.3.08

"Heater", Samin

Muito massa! A música e o videoclip!! :D


http://www.youtube.com/watch?v=NZ806mlFoMY

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Alguns bolsos se esvaziam, outros se enchem

Li no serendipidade.com. Ele tava falando sobre gerenciamento de projetos.. mas se aplica também tb a outras áreas da administração..

primeiro complicam tudo, depois..

Chega algum guru de administração e diz que tudo está errado, e que o correto é simplificar e dar liberdade..

e tudo começa de novo, onda após onda, moda após moda. Alguns bolsos se esvaziam e outros se enchem. Essa é a vida.

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Des-Gerenciando: Libere a criatividade da sua equipe

MUITO SHOW! Sobre como criar um ambiente favorável à criatividade e à inovação :

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

8.3.08

Filme "Na Natureza Selvagem" (Into the Wild)

O + ESPERADO DO ANO!!!

Pelo menos pra mim! rsrs :-P

mais até do que Rambo 4 e Indiana Jones 4! Desde de jun/07 que to acompanhando quando ia estreiar e tal...

esperei (im)pacientemente até dia 22/2/08 (quase 1 ano!), pra ver na telona.. no cinema...

quase pirei quando chegou nas capitais, mas na bosta da minha cidade não!!! :'(

ai ñ deu, fui na casa do Vitor, que por sinal é uma opção BEM parecida com cinema hahah e o filme é tudo o q esperava mesmo!!

O produtor Sean Penn conseguiu manter nível do livro! Cenas lindas... passagens emocionantes... trilha sonora excelente... e o ator Emile Hirsch arrebentou!

  • História do Filme:

  • O filme conta a história REAL de Chris McCandless. Um jovem de família rica, recém-formado com notas excelentes, que um dia doa todo seu dinheiro para a caridade, muda seu nome para Alexander Supertramp e some sem dar notícias.

    2 anos depois é encontrado morto no Alaska(!) com alguns livros, máquina fotográfica e algumas anotações.

    Descobriu-se que Chris passou pelo deserto, rios, praias, pegou caronas, arrumou alguns empregos, conviveu com algumas pessoas, viveu de frutas, raízes, pequenas caças.. por meses!

    Quanto a discussão "grandeza ou estupidez", acho q é a mesma do "copo meio cheio, copo meio vazio", fico com o "copo tá metade".

    Reconheço as motivações dele, admiro sua coragem.. mas tenho consciência de que não se deve romantizar a vida.. é preciso prudência, cautela.. pq na vida nem sempre o final é feliz. Mas sem dúvida sua história é muito inspiradora e dá o q pensar.

  • Trailer


  • http://www.youtube.com/watch?v=2LAuzT_x8Ek

  • Sobre o Livro


  • O livro é um dos melhores que já li!!

    Em jun/2007 escrevi um post sobre como é o livro. Coloquei tb alguns dos melhores trechos que vi nele.

    post sobre o livro "Na Natureza Selvagem" de Jon Krakauer

  • Sobre a Trilha Sonora

  • Todas as músicas tão pra repetir no meu winamp!! hahaha :D

    - no trailer:
    He Lays In the Reins (Iron & Wine and Calexico)
    Act of Courage (X-Ray Dog)

    - do Eddie Vedder:

    Ex-Pearl Jam, o cara arrebentou nas músicas desse filme!! As letras são ÓTIMAS!! É a trilha perfeita pra esse filme!! Adorei Setting Forth, Hard Sun, No Ceiling, Guaranteed... Ouça as músicas! Veja as Letras! :D

    1. Setting Forth (letra)
    2. No Ceiling (letra)
    3. Far Behind (letra)
    4. Rise (letra)
    5. Long Nights (tradução e letra)
    6. Tuolumne
    7. Hard Sun (tradução e letra)
    8. Society (letra)
    9. The Wolf
    10. End of the Road (letra)
    11. Guaranteed (tradução e letra)

    - do Michael Brooks:
    Todas instrumentais... e ótimas!! Gostei muito de Swimming & Horses! :D

    1. Lord Byron
    2. Best Unsaid
    3. Carving
    4. Timekeeper
    5. Burning the Proof
    6. Waking Waterskier
    7. Pacific Crest
    8. Carte Noir
    9. Birds, Snow, Ice
    10. The Combine & Wayne
    11. Carthage Grain Sale
    12. Free Satellite and Hunting Advice

    13. Wayne's Arrest
    14. Chris' California Trip
    15. The Rapids
    16. The Canyon
    17. Childhood Adventure
    18. Swimming & Horses
    19. Sea of Cortez
    20. Los Angeles at Night
    21. Violence at Home
    22. Billie & Hitchhiker
    23. Shooting the Moose
    24. Arrival at the Slabs

    25. Salvation Mountain
    26. Selling Books
    27. Chris Reads Tolstoy
    28. Falling in the River
    29. Ron Climbs Hill
    30. Starving
    31. Flood
    32. Chris Meets the Bear
    33. Where Are They Now?
    34. Chris Dying
    35. Final Heartbeats
    36. Devil Slayer

  • Fotos Reais de Chris McCandless:
  • http://www.flickr.com/photos/chriso2000

  • Wallpapers, fotos, videos e + sobre o filme:
  • site oficial do filme Into the Wild (MUITO BOM o site!)

  • Conselho de Chris McCandless:

  • "Gostaria de repetir o conselho que lhe dei antes: você deveria promover uma mudança radical em seu estilo de vida e fazer corajosamente coisas em que talvez nunca tenha pensado, ou que fosse hesitante demais para tentar.

    Tanta gente vive em circunstâncias infelizes e, contudo, não toma a iniciativa de mudar sua situação porque está condicionada a uma vida de segurança, conformismo e conservadorismo, tudo isso parece dar paz de espírito, mas na realidade nada é mais maléfico para o espírito do homem que um futuro seguro.

    A coisa mais essencial do espírito vivo de um homem é sua paixão pela aventura. A alegria da vida vem de nossos encontros com novas experiências [..]

    Você está errado se acha que a alegria emana somente ou principalmente das relações humanas. Deus a distribuiu em toda a nossa volta. Está em tudo ou em qualquer coisa que possamos experimentar. Só temos de ter a coragem de dar as costas para nosso estilo de vida habitual e nos comprometer com um modo de vida não-convencional.

    O que quero dizer é que você não precisa de mim ou de qualquer outra pessoa para pôr esse novo tipo de luz em sua vida. Ele está simplesmente esperando que você o pegue e tudo que tem a fazer é estender os braços. A única pessoa com quem você está lutando é com você mesmo [..]

    Espero que na próxima vez que eu o encontrar você seja um homem novo, com uma grande quantidade de novas experiências na bagagem. Não hesite nem se permita dar desculpas. Simplesmente saia e faça. Simplesmente saia e faça. Você ficará muito, muito contente por ter feito." (carta de Chris McCandless para Ron Franz)

    3 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us

    2008/FEV - Escalada em Andradas (MG)

    Veja o álbum
    Finalmente consegui escalar em Andradas!! hahaha

    lindo demais!! várias pedras enormes, até perto uma das outras: Elefante, Pantano, Boi, Tigre.. tudo com uns 200m de altura!!

    tem mta via!! setor de boulder pertinho.. 2 abrigos de montanha e cachoeiras do lado das pedras!!

    A vista lá de cima é show! é uns vales.. bem rural.. calmo... árvores bem floridas.. grama verde..

    vieram uns macacos pertinho da gente.. mtas borboletas azuis e até um arco-íris circular!!! dando a volta no sol!! MUUUUUITO loko!!

    Curti DEMAIS!! foi um dia mto bom! Tava com mta saudade de escalar assim...

    Agora to querendo acampar de cima dessas pedras e tb saltar de paraglider do pico do Gavião!!! Deve ser dá hora DEMAIS!! :D

    0 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us

    7.3.08

    "Embriaguem-se!", Charles Baudelaire

    "Para não serem os escravos martirizados do Tempo, embriaguem-se; embriaguem-se sem descanso. De vinho, poesia ou virtude, a escolher."

    (Charles Baudelaire)

    putz do vinho eu tô fora! mas de coca-cola, livros, viagens, amigos, esportes.. aaahh ai eu quero mais é encher a cara!!! hahahha :D

    0 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us

    6.3.08

    Design e Responsabilidade Social

    Slides que levantam a importância do design nas causas sociais:

    0 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us

    Tudo começa em um ponto.

    Vídeo mtoo bacana! (aprox. 1:45 min) O Gibara q me mandou! Boto fé em tudo :)


    http://www.youtube.com/watch?v=R0-drpYizGo

    0 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us

    5.3.08

    DETERMINAÇÃO

    "Quer deitar-se com SATISFAÇÃO?

    Levante-se com DETERMINAÇÃO"

    0 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us

    "Pra Dizer Adeus", Titãs

    clique para ouvir: Titãs - Pra Dizer Adeus

    0 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us

    2.3.08

    "Lovemarks: O Futuro Além das Marcas", Kevin Roberts

    LovemarksNo livro "Lovemarks: O Futuro Além das Marcas", Kevin Roberts, CEO da Saatchi & Saatchi afirma que as marcas precisam criar nos consumidores uma Fidelidade Além da Razão.

    O segredo é usar Mistério, Sensualidade e Intimidade, para criar produtos e experiências que estabeleçam conexões emocionais duradouras com os consumidores. Essa é a única forma de se diferenciarem das milhões de marcas insossas que existem por aí.

    Kevin Roberts, CEO da Saatchi & SaatchiQuando conquistar o respeito e o amor dos consumidores, eles poderão se tornar Consumidores Inspiradores, que vão divulgar, defender e sugerir melhoras para seus produtos.

    Esse livro é para mim uma Lovemark em si. Tem um design atraente, imagens e frases apaixonadas, vários insights de outros autores e muitos estudos de casos, de marcas que evoluíram para uma Lovermark. (Skol, Lexus, Tide, Olay..)

    Agora quero ler o livro-seqüência, que ainda não saiu no Brasil: "The Lovemarks Effect: Winning in the Consumer Revolution".

    Ah, só para vocês saberem, algumas das minhas Lovemarks:

    - Sorveteria Sergel: Eu amo aquele sorvete de chocolate! Vem uns pedações, às vezes nem dá pra comer.. parece que quebrou um ovo de páscoa dentro do sorvete. Delicioso Demais. :D

    - Sucrilhos: Eu amo comer sucrilhos, encho de leite, de mel.. mando aquela colherada cheia.. e mastigo ele crocante enquanto engulo o leite. Bom Demais! :D

    - Coca-cola: Nada se compara a, naquele calor, depois de um dia de esporte, escalada.. pegar um copo de vidro grande, encher de gelo quase até a boca, deixar a coca cair devagar fazendo aquele... glu glu glu... e então....... AHHHHHHH!!! :D

    - Honda Biz: Adoro minha Biz! Vou para todo lugar com ela: meto na terra, no mato, na cidade, na estrada... devagar mas vai! Faz uns 40km por litro, tem aquele porta capacete que cabe um absurdo de coisa.. é levinha.. as peças são baratinhas... ANIMAL! :D

    - IRiver: Saiu junto com o primeiro IPod. É um MP3 player mas na época humilhava o IPod... era metade do preço, cabia bem mais (20GB), design show, dá para personalizar a casca dele, tinha rádio FM, lia Txt, Fotos, gravador (já saia em Mp3), dava para usar como HD e se trocar o firmware então.. botar aquele RockBox... ai já era: vê vídeo, joga DOOM... ah só não faz chover! hahaha :D¡

    - Blog do Nícholas: porque só tem post massa e os leitores são os melhores! aeee hahaha :D

    E quais as suas Lovemarks? Porque as ama? To curioso! :D

    E mais:
    Teaser dos livros: Saatchi Books
    Blog do Kevin Roberts: KR Connect

    ----------------------------------------

    Resumo / Melhores Trechos - clique para ver:

    As melhores marcas conquistam consistentemente 2 momentos cruciais. Na prateleira da loja, quando o consumidor decide qual marca comprar. E quando ele usa a marca - e fica encantado ou não.

    Cap.1: START ME UP (Dando a Partida)

    Grandes idéias, como o humor, vêm dos limites da mente, do ponto extremo. O humor pode quebrar impasses, tanto nos relacionamentos pessoais como nos empresariais.

    O limite nos confere uma atitude especial. Liderança no limite, tecnologia no limite, inspiração no limite. A maioria das grandes idéias surgem no limite. Quero me colocar o mais próximo do limite sem despencar.

    O que aprendi de cinco grandes empresas em que trabalhei:

    - Cerque-se sempre de Jogadores Inspiradores.
    - Zigue, quando os outros zagam
    - Saia do escritório e vá para a rua
    - Viva no limite
    - Nada é Impossível

    Cap.2 - TIME CHANGE EVERYTHING (O Tempo Muda Tudo)

    Sinais de que sua marca está se tornando genérica: Intercambiável, Consistente, Homogênea, Impessoal, Abundante, Menor preço.

    Até hoje, nunca me tranquei no escritório.

    Para mim está claro que as marcas estão presas aos aumentativos: Maior, Melhor, Mais Rápida, Mais Fácil, Mais Nova... e o pior: a Mais Barata.

    Economia da Atenção: Esqueça a Economia da Informação. As pessoas estão soterradas por informações. A nova moeda corrente é a atenção das pessoas.

    O trabalho principal do profissional de Marketing é competir por atenção. E uma vez capturada essa atenção, você precisa mostrar que a mereceu.

    As conexões emocionais devem estar em todas as suas ações. Viral, guerrilha, entretenimento - podem atrair a atenção, mas uma vez que a conquistam, não tem muito onde a colocar, nada a acrescentar, nada a valorizar.

    Razões para as marcas terem perdido sua essência:

    1. Excesso de Uso: a palavra marca está "exaurida, estéril e sem originalidade".

    2. Perderam o Mistério: Os consumidores sabem como as marcas atuam e como pretendem influenciá-los! Intenções ocultas, mensagens subliminares, jogadas ardilosas... esqueça.

    3. Não conseguem entender o consumidor: O novo consumidor está mais informado, mais crítico, menos fiel e mais complexo.

    4. Fórmulas Prontas: Há muitas pessoas seguindo o mesmo manual. Fórmulas não conseguem lidar com a emoção humana. São antipáticas e sem imaginação.

    5. Conservadorismo: As marcas se baseiam nas experiências passadas, ao invés de acreditar no potencial de experiências futuras.

    As Marcas não conseguem lidar com os desafios mais importantes que enfrentamos hoje:

    - Eliminar a desorganização da informação
    - Conectar-se de forma expressiva com os consumidores
    - Criar experiências integradas
    - Convencer as pessoas a se comprometerem para sempre
    - Tornar o mundo um lugar melhor

    Só existe uma forma do profissional de marketing prosperar na Economia da Atenção: Parar de correr atrás de modismos e dedicar-se a estabelecer conexões emocionais consistentes com os consumidores.

    Cap.3 - EMOTIONAL RESCUE (Resgate Emocional)

    Estimulando a emoção, você consegue as melhores pessoas para trabalhar, os melhores parceiros e os consumidores mais leais.

    As pessoas que tomam decisões baseadas sempre na razão representam uma minoria ínfima da população mundial. Sempre existe algum produto que compram por algum impulso ou emoção.

    A grande maioria compra com as emoções. Elas buscam uma razão lógica: o que o produto oferece e porque é uma escolha superior. E tomam uma decisão emocional: gosto dele, me sinto bem com ele.

    Emoções primárias (não podem ser controladas): Alegria, Tristeza, Raiva, Medo, Surpresa, Repulsa.

    Emoções secundárias (relacionadas com outras pessoas): Amor, Culpa, Vergonha, Orgulho, Inveja, Ciúme.

    É importante envolver-se com novas realidades de emoção, descobrir o que significam e fazer algo em relação a elas.

    Cap.4 - ALL YOU NEED IS LOVE (Tudo o Que Você Precisa É Amor)

    As coisas que decidimos comprar não são objetos inertes. Nós as embalamos com nossa imaginação e nos expressamos por meio delas. Nós as transformamos no que é importante para nós.

    Verdades sobre o Amor:

    - As pessoas precisam de muito Amor
    - Amar é mais do que gostar muito
    - Amor diz respeito a corresponder
    - Todos temos aqueles e aquilos que amamos
    - Amor leva tempo
    - O Amor não pode ser comandado ou exigido

    Para mim, se você promove altruisticamente o crescimento de seus clientes e colegas, isso é amor verdadeiro.

    Cap.5 - GIMME SOME RESPECT (Respeite-me um Pouco)

    Ninguém vai deixar você se aproximar a menos que respeite o que você faz e o que você é.

    - Desempenho: respeito cresce do desempenho, em cada interação.
    - Inovação: o consumidor espera que toda empresa inove e melhore continuamente.
    - Comprometimento Total: envolver-se totalmente é o preço do respeito.
    - Facilite tudo
    - Mostre quem você é
    - Zelo com sua reputação: contruída ao longo da vida, pode ser destruída em um instante.
    - Assuma a liderança e fique lá: pode ser solitário e desconfortável, mas o Husky da frente tem a melhor visão.
    - Diga a verdade: Admita os erros. Não acoberte nada, ou você será pego.
    - Aceite responsabilidades: assuma a maior de todas, tornar um mundo um lugar melhor para todos, criando auto-estima, prosperidade, empregos e opções. Qualidade é o parâmetro pelo qual você excede as expectativas. É simples: defina altos padrões e depois os exceda. Atinja, Exceda, Repita.
    - Não negue serviço: é por meio dos serviços que as transações viram relacionamentos. É a primeira hora da verdade.
    - Ofereça o melhor design: você precisa ser esteticamente estimulante e funcionalmente eficiente, ou desaparecerá na multidão. Precisa SER diferente.
    - Não subestime o valor: somente quando as pessoas perceberem que o valor obtido é maior que o custo, é que respeitarão seu produto.
    - Mereça confiança: os consumidores esperam que você permaneça fiel as aspirações que compartilha com eles. Pratique o que prega. Não os decepcione. Não frustre suas expectativas.

    Ouça as perguntas dificeis. Você quer que as pessoas o respeitem? Mostre que respeita a opinião delas.

    Transforme controle de qualidade em objeto de desejo. Nada nunca está perfeito. Melhoria contínua dá dinheiro para o bolso.

    Cap. 6 - LOVE IS IN THE AIR (O Amor Está no Ar

    MARCAlovemark
    InformaçãoRelacionamentos
    ReconhecidaAmada
    GenéricaPessoal
    NarrativaHistória de Amor
    QualidadeToque Sensual
    SimbólicaIcônica
    DefinidaInfundida
    Atributos DefinidosMistério
    ValoresEspírito
    ProfissionalPassional e Criativa

    Cap. 7 - BEAUTIFUL OBSESSION (Bela Obssessão)

    O que há de especial nas Lovemarks?

    Mistério:
    - Grandes Histórias
    - Passado, Presente e Futuro
    - Exploração de Sonhos
    - Mitos e Ícones
    - Inspiração

    Sensualidade:
    - Audição
    - Visão
    - Olfato
    - Tato
    - Paladar

    Intimidade:
    - Compromisso
    - Empatia
    - Paixão

    As Lovemarks não são propriedade das empresas. Mas das pessoas que as amam.

    Amor diz respeito à ação, a criar um relacionamento expressivo. É um processo constante de se manter em contato, trabalhar com os consumidores, entendê-los, conviver com eles. E é isso que os profissionais de marketing perspicazes, designers sensíveis e pessoas sábias fazem nos pontos-de-venda e nas linhas de produção.

    - Seja passional: os consumidores sentem a falsidade. Se você não ama seu negócio, eles também não amarão.
    - Envolva os clientes: eles precisam opinar no desenvolvimento de produtos e dar idéias para os serviços, em tudo. Faça as mudanças e supere as expectativas deles.
    - Celebre a Fidelidade
    - Encontre, Conte e Reconte Grandes Histórias: Relembre grandes aventuras da empresa, seus produtos e consumidores lendários. Histórias glorificam e dão vazão a novas conexões e sentimentos.

    Cap.8 - ALL I HAVE TO DO IS DREAM (Tudo que Tenho a Fazer é Sonhar)

    Grandes relacionamentos prosperam com aprendizado, expectativa e surpresa.

    O mistério está no topo dos fundamentos das Lovemarks.

    O mistério é um paradoxo. Quanto mais você desvenda, mais mistérios encontra.

    O mistério é importante até na comunicação interna. Enquanto as pessoas tiverem aspirações, sempre desejarão o Mistério. Quem já ouviu falar de alguém que tem desejos por... estatísticas?

    O mistério está acima da racionalidade e dos cálculos, e sofre pressão dos burocratas, tradicionalistas.. o mistério é fundamental para criar Fidelidade Além da Razão.

    Ser misterioso é tornar-se mais difícil. Estamos lidando com um público extremamente culto. As pessoas ficam sabendo das coisas. Você precisa criar novas formas de ser misterioso.

    1. Conte suas histórias

    Histórias alimentam as lovemarks, é através de histórias que atribuímos valor àquilo que amamos. Você não pode contar uma história sem personagens, emoção e detalhes sensoriais. Essa é a direção certa. Das pessoas. Histórias nos atraem melhor do que relatórios anuais.

    Uma grande história não pode ser repetida com freqüência.

    Marcas que aspiram tornar-se Lovemarks devem ouvir e coletar histórias das experiências de seus consumidores.

    2. Use passado, presente, futuro

    Lovemarks combinam o aprendizado do passado e a dinâmica do presente para criar grandes futuros.

    Não estou falando de nostalgia barata, mas da convicção inabalável de que o passado molda o presente.

    3. Explore os sonhos

    Sonhos geram ação e ação inspiram sonhos. É um ciclo.

    As marcas passaram anos atendo-se a informações, incomodando as pessoas com coisas que elas não queriam saber.

    Lovemarks sabem que as pessoas são seres passionais, emotivos e frequentemente irracionais. Não são pontos ou estatísticas de algum estudo idiota.

    É tudo sobre ouvir realmente. Explorar os sonhos é uma forma poderosa de mostrar às pessoas que entendemos seus desejos e que podemos transformá-los em prazer.

    4. Alimente seus mitos e ícones (Ex. Nike, Cruz Vermelha, Nelson Mandela)

    5. Fundamente-se na inspiração

    Com o passar dos anos, aprendi a me colocar em uma posição em que acidentes podem acontecer, e posso tirar vantagens de pequenos mistérios. Minha idéia inicial é sempre um ponto de partida, nunca um fim.

    1) Peça a várias pessoas (colegas de trabalho, amigos, pessoas de outros ramos) uma história que reflita o especial da sua marca para elas. Quanto mais variadas forem, mais rica é sua marca.

    2) Estimule as pessoas a perguntarem tudo o que quiserem sobre sua marca, mas que tinham medo de perguntar. Faça das respostas sua agenda para as próximas 4 semanas.

    3) Faça uma lista das histórias dos seus competidores que você gostaria que fossem sobre sua marca. Saia e conquiste-as para você.

    Cap.9 - THE HUMAN TOUCH (O Toque Humano)

    Visão, audição, paladar, olfato, tato... com profundidade e sensualidade.

    Estabeleça uma conexão entre os 5 sentidos e sua marca.

    Cap.10 - CLOSE TO YOU (Perto de Você)

    O que pode fazer com que uma experiência oferecida a milhares de pessoas seja significativa para você? Intimidade. Sem ser intrometido ou falso.

    Muitas marcas afastaram-se dos consumidores e fixaram-se nos acionistas. Os acionistas raramente amam as marcas em que investem.

    Todos estavam determinados em agilizar e simplificar as transações. E é por isso que as pessoas sentem que falta algo quando vão as compras.

    Não há nada de errado com agilidade e eficiência, mas para que jogar seu coração pela janela?

    Existe uma sede por conexões pessoais, mas é preciso saciá-la com integridade.

    As Lovemarks não precisam abandonar os mercados de massa, mas transformá-lo em múltiplas conexões emocionais.

    As Lovemarks são propriedade das pessoas que as amam, não das companhias que as criam. Esse conceito pede mudanças radicais, e uma delas é dar abertura à intimidade.

    Faces da Intimidade:

    - Empatia: para entender as emoções das pessoas e responder a elas.

    Só existe uma forma de entender as emoções dos outros. Ouvindo.

    Fofoca é vital para a intimidade.

    Falar intmimamente é um falar incompleto, casual e emocional. Não é sobre comunicar informações. Trata-se da sensação constante de saber onde você está, de dizer onde eu estou e de como estamos nos sentindo.

    - Compromisso: para provar que estamos em um relacionamento duradouro.

    Com Fidelidade Além da Razão, uma Lovemark quando comete erros, acaba sendo perdoada.

    - Paixão: o que mantém o relacionamento vivo.

    É preciso intensidade e impetuosidade, que acompanham somente as emoções mais fortes. Podem transformar o produto mais insignificante em algo imprescidível, sustentar o relacionamento em tempos bons e ruins.

    Para cada decisão que tomar, pergunte-se "Quem se beneficiará? É o consumidor?" se não, mude.

    Cap.11 -ACROSS THE BORDER (Cruzando a Fronteira)

    Quero demonstrar a importância contínua do respeito e a urgência de mudar para um relacionamento baseado no Amor. Amor ao design, ao serviço, aos clientes, à Vida.


    *Fads = modismos

    Você não torna um Tijolo emocional. Você deve falar sobre o que eles representam: lares, familias reunidas, conquistas, prédios erguidos.

    Cap.12 - I CAN SEE CLEARLY NOW (Posso Ver Claramente Agora)

    Os profissionais de marketing devem ser as pessoas mais curiosas do mundo. Ávidos por saber, fascinados pelas estranhas paixões humanas, sempre fazendo perguntas, sempre em busca do exótico, do incomum, ou simplesmente do interessante.

    Por que a pesquisa passou para essa obsessão por detalhes? Quando que a mania de medir tomou o poder? Quando foi que os pesquisadores deixaram de ser as pessoas que fazem as melhores perguntas, que sabem das coisas incomuns?

    A pesquisa precisa considerar a vida das pessoas como um todo, suas esperanças e sonhos, seus medos, o que amam, o que odeiam, necessitam e querem. Precisamos entender o que tem significado e importância para elas, não apenas o que compram e usam.

    Quando você leva o inconsciente a sério, destrói toda a pesquisa quantitativa e seu foco. É uma excelente notícia para as pessoas criativas. Péssima para os investigadores de números.

    Os profissionais de marketing estão fanáticos por controle. Querem um processo quantificável e buscam um nível de transparência em coisas que são fundamentalmente abstratas.

    As Lovermarks precisam de pesquisa, mas de um tipo diferente. Suponho que os dados das minhas transações sejam monitorados pelas empresas, mas nunca me perguntam pelas minhas histórias.

    Estávamos presos a modelos e normas. Achava dificil ver valor em tudo aquilo. Então, passava a maior parte do tempo possível fora do escritório. Meu desejo era frenquentar lojas e lares.

    Aprendi que a menos que você possa conhecer bem as pessoas, e estar ao seu lado enquanto trabalham, descobrirá apenas o que elas acham que você quer saber.

    Sem dúvida, muitos consumidores são altamente informados e profundamente desconfiados do marketing. Mas, definitivamente, respondem à paixão. Ninguém consegue resistir ao entusiasmo.

    Abordagens para nossas pesquisas:

    - Escale uma montanha

    Se quer observar uma árvore, fique no chão. Se quer observar a floresta, escale uma montanha.

    As pessoas adoram estar juntas. Times, clubes, organizações, famílias, casais ou comunidades. Precisamos ter uma visão do todo, para criar conexões significativas com os consumidores individualmente. Sim, é um paradoxo. Não existe uma solução simples para os grandes paradoxos. Mas você pode obter um ponto de vista fantástico.

    - Vá à floresta

    Se quer entender com um leão caça, não vá ao zoológico. Vá à floresta.

    Trazendo os consumidores para o nosso ambiente, fazendo nossas perguntas.. estamos simplesmente colhendo informações das pessoas como entrevistadas, não como consumidores.

    Observe, interaja, converse muito, faça coisas juntos dos consumidores, participe da vida deles.

    As respostas não estão apenas nos números, você precisa sair e ver.

    - Pense com um peixe

    Se quer pegar um peixe, aprenda a pensar como um peixe.

    Vimos como pode ser poderoso estar com os consumidores onde eles vivem e trabalhar junto deles para desenvolver novas percepções, em que possam fazer mudanças no design, no serviço, na produção.

    A internet, como meio, foi prejudicada com medições de eficiência, número de visitas e cliques. Mas estou convencido de que existe vida emocional na internet e que podemos enfatizá-la.

    A tela do computador tem muitas vantagens. A pesquisa não precisa ser online e se você tira o entrevistador de cena, os entrevistados se sentem mais à vontade para expressar suas emoções e serem honestos sobre si mesmos. O material pode ser coletado e imediatamente um feedback pode ser dado ao entrevistado.

    Para medir as emoções precisamos de imagens visuais e verbais, e abordagens atraentes.

    Cap.13 - I'LL FOLLOW THE SUN (Vou Seguir o Sol)

    Comece a pensar nas pessoas que amam o que você faz como Consumidores Inspiradores. Ajude-as a impulsionar sua aceleração rumo a uma Lovemark.

    Consumidores inspiradores criam sites, catalisam campanhas boca-a-boca, melhoram produtos e podem transformar sua marca, se você deixar. Buscar suas sugestões para o design, a produção, o marketing, a distribuição e processo de vendas é simplesmente bom senso.

    As empresas têm dificuldade em abrir mão do relacionamento de controle que tem com os consumidores. Isso prejudica o Consumidor Inspirador. Com a Internet, esses consumidores ganharam um imenso poder e vão usá-lo de formas além da sua imaginação. Esteja preparado. Aproxime-se dos seus Consumidores Inspiradores.

    Seja obcecadamente curioso. Sobre tudo.

    Cap.14 - ROLLING THUNDER (Trovão Estrondoso)

    Para nós não existem clientes, apenas convidados. Tratamos cada convidado como aqueles que recebemos em casa. Temos um relacionamento que cresce a cada visita à loja e respeitamos muito o tempo do nosso convidado. Queremos atender e superar as expectativas dos convidados.

    Cap.15 - WHAT THE WORLD NEEDS NOW (Do Que o Mundo Precisa Agora)

    Nosso mundo precisa de Amor. Precisa de otimismo e inspiração, para lidarmos com os problemas opressivos que enfrentamos. Como pessoas do mundo dos negócios, não podemos fechar os olhos.

    O papel da empresa é tornar o mundo um lugar melhor PARA TODOS. Criando auto-estima, empregos, oportunidades. E depois, focando nossas mentes criativas na inovação para o bem maior.

    Qualquer negócio deve fazer sentido economicamente, mas também deve ser social e ambientalmente sustentável.

    Digo para os estudantes de administração, as empresas são o motor do progresso humano. Se você quer mudar o mundo, está no lugar certo.

    É preciso substituir as transações de balcão funcionais pelo calor das conexões emocionais genuínas.

    Grandes companhias respondem a essa exigência inspirando seu pessoal, com uma chamada que cria identidade, foca a inclusão, estimula a paixão e desafia a possibilidade, com uma fundação sólida, da qual é possível tornar o mundo um lugar melhor.

    3 comentários

    Gostou? Compartilhe:
    TwitterStumbleupondel.icio.us
    Blog Widget by LinkWithin