7.1.09

OLPC - "Um Laptop por Criança"

SENSACIONAL!!! :D

OLPC - Laptop XO
A OLPC (One Laptop per Child) é uma organização sem fins-lucrativos para Inclusão Digital que oferece um laptop de baixo-custo (cerca de 100 US$) específico para a educação de crianças pobres. O laptop foi chamado de XO.

A OLPC é dirigida por Nicholas Negroponte (brilhante professor do MIT, famoso pelos seus livros) e por uma série de pessoas feras!

Conseguiram fazer um excelente laptop, utilizando apenas software-livre, a um preço baixíssimo, estão divulgando com tudo, mesmo indo contra os interesses da indústria de tecnologia... e vários países estão aderindo ao projeto! Os caras são FODA! \o/

Bom, ao invés de eu tentar explicar tudo aqui... é muito melhor ver os vídeos! Todos curtinhos e legendados. :D


OLPC - O Laptop XO:


http://www.youtube.com/watch?v=lOW0qoPnJEk


OLPC - Princípios:



http://www.youtube.com/watch?v=oZO0Do7yZ9c


Vamos dar às crianças as ferramentas certas:



http://www.youtube.com/watch?v=K_3nHp5oypM


O projeto tem lá suas dificuldades, mas não tenho dúvidas de que todas as crianças precisam ter acesso a Internet para poderem se comunicar e acessar todo o conhecimento (mesmo que espalhado, desorganizado).

Quando esse dia chegar não teremos a solução de todos os problema do mundo... mas estaremos BEEEEEM mais preparados para solucioná-los... de maneiras mais eficazes e mais justas!


Veja também:



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

5 comentários:

Li disse...

sei lá, tenho minhas dúvidas quanto a esse projeto.

pra começar, os recursos naturais do planeta estão acabando.

ao inves de incentivar consunmo ( pra qualquer classe social), deveria existir um contra fluxo priorizando livros e aprendizado verbal.

além disso, é comprovado que crianças se desenvolvem muito pior quando entram em contato com computadores, videogames, etc.

http://www.ime.usp.br/~vwsetzer/artigoPOA.html
um textinho que achei legal.

mas pulando td isso, acho importante e louvável a ideia de inclusão social.

Nícholas Fernandes Gimenes disse...

Faaaala Viking! hauahuahah

----"pra começar, os recursos naturais do planeta estão acabando."

em um laptop cabe milhões de livros e apostilas.. a possibilidade de se comunicar a distância evita inúmeros deslocamentos...

a energia elétrica consumida pelo laptop é mínimo (2W - um chuveiro no morno consumo de 2500 à 8800W)

e essa energia elétrica pode vir de energia solar, eólica... funciona até com energia do braço! (manivela)...

o laptop é quase todo feito de plástico e borracha, e um pequeno circuito integrado... tudo pode ser reciclado.... acho que a minúscula tela de 20 por 10 cm não...

e livros tem impacto ambiental sim: folhas, tintas, deslocamento em caminhões...

Nícholas Fernandes Gimenes disse...

------"ao inves de incentivar consunmo ( pra qualquer classe social), deveria existir um contra fluxo priorizando livros e aprendizado verbal."

não vejo nenhum incentivo ao consumo, mas sim à educação.. a idéia principal é de que os laptops serão comprados pelos países em desenvolvimento à preço de custo e serão oferecidos às crianças pobres... vejo vários problemas nisso, mas não estímulo ao consumo........

algumas empresas estão desenvolvendo notebooks baratos com foco em pessoas de classe média baixa... visando lucrar com alto volume.... e querendo pagar de "socialmente responsáveis" como a intel... mas ai não, é incentivo ao consumo mesmo.

sim concordo que deve existir um contra-fluxo... assim como o governo obriga as empresas de tabaco a divulgar os males do cigarro... todas as empresas deveriam divulgar os males dos seus produtos após os comerciais.... esse contra-fluxo é mega necessário...

Nícholas Fernandes Gimenes disse...

"além disso, é comprovado que crianças se desenvolvem muito pior quando entram em contato com computadores, videogames, etc."

eu vi o link e não vi comprovação de nada. Cadê dados, números, critérios... como definir "se desenvolver"?

Decorar nomes como briófitas, pteriseiláoq... é isso? ou se aprofundar nas suas próprias paixões, interesses, aptidões, vocações... com agilidade em buscar informações e propor soluções?

Internet e computadores são ferramentas que ampliam o acesso e a troca de informações. Nem mais nem menos.

Você pode usar pra ficar no youtube vendo bobeira ou pode usar pra ver uma palestra do MIT. É uma questão de direcionar, de mostrar a importância e aplicação do que a criança pode aprender com o computador..... e onde isso casa com os interesses dela...

particularmente essa é a parte q eu mais gosto... já dei aula pra pessoas de baixa renda... crianças e idosos.. e eles não sabem os benefìcios intelectuais e profissionais que a internet pode trazer... quando se ensina isso a eles... eles ficam sedentos por tudo que podem conseguir. Comprovado.

Qualquer coisa que se quer aprender ou fazer pode-se digitar no google: "Como fazer X" e pelo menos uma idéia de como fazer você vai ter... e pode conhecer pessoas e tirar dúvidas daquilo...

só vai depender de você e de mais ninguém...quase sem custo, quase sem intermediários.. pode comparar diversas opiniões.... o papo é direto entre você e aquilo que você quer saber.

Se as crianças preferem ler outra coisa na internet do que ficar ouvindo uma velha frustrada recitar Lusíadas... o problema não está na ferramenta.

E os laptops não substituirão os livros, não substituirão as salas de aula. Apenas ampliarão o seu alcance.

O mundo mudou... a escola como é hoje... é MUITA enrolação pra POUCO retorno... pessoas que fazem unicamp vão para o mercado de trabalho e tomam um pau de gente que não tem nem facul...

os melhores sempre são aqueles que não esperam o ritmo normal das coisas (escola, facul, estágio)... mas que correm atrás na frente, que lêem livros e internet, que perguntam pra professores, pra amigos, pra todos... que quebram cabeça, que tentam, erram, acertam... essas pessoas que fazem o mundo acontecer. A internet caiu do céu pra essas pessoas.

Esperar sentadinho numa sala de aula, copiando tudo da lousa.. escrita por um professor que dá exatamente a mesma aula maçante à 20 anos....... isso tem um nome: Transferência de Mediocridade. Dispenso. Isso mata quem tem vontade de aprender e de fazer um mundo melhor. A internet salvou minha vida nesse sentido.

sempre gostei de aprender mas sempre ODIEI escola, passava raspando em tudo...

já internet fez TODA a diferença na minha vida.... foi lá que aprendi a programar e hoje tenho salário sem ter faculdade e desempenho bem minhas obrigações... pela internet conheci grandes amigos...... grandes autores.. grandes idéias...

as 2 pessoas mais inteligentes que conheço repetiram 2 anos da escola, demoraram pra concluir a faculdade... mas DEVORAM a internet.

mas não dispenso livros não...... apesar de ler bem mais na internet, leio uns 2 livros por mês, resumo os que mais gosto e publico no blog... a internet é mais objetiva, o que é bom pra informações rápidas... mas deixa a desejar em profundidade.. ai é com livros mesmo!

NÃO DISPENSO BONS PROFESSORES... tive alguns que contribuiram MUITO para minha forma de pensar.... assim como amigos, parentes... e blogueiros, amigos virtuais, ebooks, documentário em divx e etc.

crianças aprendem rápido e são criativas.... potencializadas pelo dinamismo de acesso a informação, de colaboração e comunicação da internet... podem desenvolver absurdamente a si próprias.

Mas é preciso haver um certo tipo de controle, de avaliação e de cobrança... protegê-las de informações nocivas (bombas, pornografia)... como toda ferramenta.. é preciso ensiná-las a usar.. só isso..

precisamos preparar os professores... ensinar as crianças a aprender o que for preciso para fazerem o que querem fazer...... deixar elas escolherem projetos... ai colegas com objetivos parecidos se juntam.. e para realizar o que querem... ajudá-las a aprender a matemática, a geografia.. presente naquilo......

porque o mundo REAL é assim... a gente tem q aprender a ir atrás do conhecimento que precisa... das pessoas que precisamos.. para realizar o q queremos... ninguém cria nada novo só sentado ouvindo soluções e conceitos pré-estabelecidos.

Mas o projeto OLPC tem vários pontos falhos... na minha opinião.... depender de governo, de doações... por milhões de motivos é furada.. é preciso mudar o método de ensino e treinar professores, senão é furada..... dar laptop de graça aos pobres é furada...... tem que fazer por merecer e pagar nem que seja 5 reais por mês... até dar o preço de custo... e premiar os que fizerem coisas significativas com os laptops.

quando eu era pequeno, deram Toddynho de graça na minha escola... a molecada ficava jogando um no outro, nos ventiladores... porque era de graça.... mas o que eles compram por 1,50 eles tomam até a última gota... entende?

Bom, vou parar de falar porque já deu né viking? é que pobreza, educação e internet abrigam todos os meus maiores sonhos, são assuntos que mais me despertam interesse e entusiasmo... tem muitas coisas que quero falar e fazer sobre eles. :)

Vanessa disse...

Caro Amigo tenho pena que se tenha esquecido de mencionar o nome de Papert, um grande matemático, educador e investgador, um ser extraordinário, que até já esteve por terras brasileiras em reuniões com o vosso presidente Lula da Silva.

Parabens pelo fantástico Blog, como vocês dizem: Cara fiquei grudada, amei :)

Ah e ao contrário, mas muito ao contrário da/o Li que escreveu que as crianças aprendem pior quando tem contacto com um conputador, pois bem, sou educadora de Infância trabalho com 25 crianças de 3 anos de idade e TODOS OS DIAS os meus meninos tem liberdade para utilizar o meu computador pessoal, e acreditem é maravilhoso ve-las a aprender, um computador pode ser o pior inimigo de qualquer criança, mas se bem utilizado pode tornar-se num companheiro de aprendizagem, é como em tudo na vida, é muito bom ler, todas as crianças deviam ter no quarto um livro para ler um pouquinho todos os dias, mas e se for um mau livro??? Desculpe cara LI mas estou completamente contra a sua opinião :( sorry

OLPC uma grande ideia, um grande movimento.

Blog Widget by LinkWithin