8.3.09

Feliz Dia das Mulheres é o ESCAMBAU!

As mulheres são valorizadas pelos homens...
principalmente essas acima!

Passeando em alguns blogs vi coisas como:

"as mulheres tão dominando"

"as mulheres são mais competentes que os homens"

"o que seria dos homens sem as mulheres"


São TODOS discursos vazios!

Me poupe né... porque não trocam esse blablabla por NÚMEROS e SOLUÇÕES sobre:

  • A discriminação que as mulheres sofrem no trabalho

    Quantas presidentes mulheres o Brasil ou os EUA já tiveram?

    Quantos homens ocupam altos cargos nas empresas.. e quantas mulheres?

    O salário médio dos homens em um cargo é o mesmo do que das mulheres?

    Quando aumentam um pouco a licença maternidade, o salário médio das mulheres caem e as demissões aumentam... o que fazer sobre isso?

    Porque a maioria das mulheres bem-sucedidas na carreira não tem filhos, não tem maridos... e se comportam como homens? Como fazer para uma mulher poder ser mãe, ser bem-sucedida na carreira... e ser feliz no amor?



  • A violência que sofrem em casa e nas ruas

    Homens sofrem violência doméstica? Como pode uma mulher sem recursos denunciar um marido se no mesmo dia ele estará solto e irá perseguí-la?


    As mulheres estão seguras para ir ao trabalho, à faculdade.. de ônibus ou a pé? É aceitável ocorrerem estupros em campus de faculdade?


    Quantas conhecem a história da Maria da Penha? O marido (ou monstro) dela ficou quanto tempo na cadeia?

  • A Ditadura da Beleza




  • A Servidão do Casamento

    Além da mulheres ralarem mais que os homens no trabalho, ganharem menos e abrirem mão de muito mais...

    Além de serem assediadas no trabalho, de serem muito mais visadas nas ruas para assaltos e violências....

    Tem que estar sempre LINDA e em casa precisa lavar, passar, arrumar a comida, cuidar dos filhos, limpar a casa... e fazer um sexo espetacular com o marido né, senão ele troca pela vizinha de 20 aninhos.


  • Mães solteiras

    Quantos homens são machos na hora de levar a menina pro motel, nem se preocupam com a camisinha... ai quando vem a notícia da gravidez... ai "sou muito novo, não tenho condição" e mandam as mulheres se virar?

    Isso quando não insistem para que elas façam abortos ilegais, sem condições mínimas de segurança..

    E quantos homens em meio a dificuldades financeiras não abandonam suas casas e famílias?


  • Prostituição

    Prostituta também é gente!

    O corpo é delas, elas fazem o que quiserem. Elas DEVEM ser respeitadas e o governo deveria promover mais iniciativas para proteger essas mulheres, completamente abandonadas pela polícia, pelas prefeituras, pelos orgãos de saúde.

    E tem a prostituição infantil. Vi em um documentário uma menina de 15 anos... falando que desde os 10 anos a mãe a colocou para se prostituir por valores como 1 real, 2 reais... e agora ela descobriu que está com Aids. Quem e como ajudar essa menina?

  • Desorganização do movimento Feminista

    O movimento gay tá dando um baile nos movimentos feministas. Todo ano tem a mega parada gay de São Paulo e cada vez mais, tão conseguindo diluir os preconceitos que sofrem.

    E os grupos pelos direitos das mulheres? o que está sendo feito? Como obter maior visibilidade para suas causas e ações?

  • Mulheres em outros países

    Esse lance de país, de fronteiras.. é uma das MAIORES BABAQUICES que existe.

    Como que fica as mulheres no Afeganistão?





    Como que fica as mulheres na África? Sofrem estupros e violências frequentes, tem seus clitóris retirados com navalhas e tesouras... tem partos sem assistência nenhuma..

    Por favor gente, para quem não sabe estamos no século 21.



  • História e Idolos das mulheres

    Fiquei de bode vendo um miss universo... em que pediram a uma candidata para citar uma mulher admirável...

    ela pensou, gaguejou e depois citou a mãe dela... ahhh me poupe vai!

    E mulheres como:

    - Helen Keller
    - Madre Teresa
    - Marie Curie
    - Rosa Parks
    - Indira Gandhi
    - Eleanor Roosevelt
    - Florence Nightingale
    - Joana D'Arc
    - Anita Roddick
    - Anita Garibaldi
    - Olga Benário
    - aquelas 130 operárias que foram queimadas vivas por exigirem uma jornada de trabalho de 10h ao invés de 16h numa fábrica em Nova York.

    Aposto que nem passou pela cabeça dela.

    Quantas mulheres conhecem essas mulheres incríveis?



    Se eu perguntar para 100 universitárias, quantas vão dizer que admiram uma dessas mulheres... e quantas vão dizer que curtem a Madonna?

Como já disse Martin Luther King:

"A liberdade nunca é voluntariamente dada pelo opressor; ela deve ser conquistada pelo oprimido"

Mulheres, não caiam nessa de

"Vocês mulheres são importantes! Claro!

Agora, lava minha cueca e trás uma cerveja... ah fala pra nossa filha que ela não pode sair.... e pro filhão pra ele pegar o carro"


ACORDEM! e mudem esta realidade... a pressa é de vocês.



"FELIZ" dia das mulheres coisa nenhuma!
Update: Vi com a Ana Laura 2 links muito interessantes!



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

16 comentários:

CLAUDINHA, disse...

me faltou até o ar...lendo seu post!!! kkkkkkkkkk
parabens por sua posição!

Natalie S. Dowsley disse...

Agora sim um "feliz dia das mulheres" descente! kkkkk!!!
Nada de elogios vazios, de conversas mole...
A realidade!!!
Gosto disso!!!
Há! E não conhecia Camille Anna Paglia. Agora conheço um pouco! =)
Obrigada!
abraço grande!

Ynot Nosirrah disse...

Você tem razão, companheiro. Ainda temos muito que evoluir. Pessoalmente, eu costumo lavar minhas cuecas. :)
Parabens pelo blog. Voltarei sempre que puder.

http://conscienciaacademica.blogspot.com/

Taty e Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Taty e Ana disse...

Nicholas que revolta é essa meu filho! risosssss,,,vc deve ser o orgulho de suas amigas, namoradas e mãe!
Vai parecer vazio o elogio! Mas acredite não é...
Não consegui fazer um post sobre o dia da mulher, me falta motivação! Me falta coragem...
Só têm alguns pontos que gostaria de esclarecer, não como critica, mas como uma conhecedora de alguns assuntos:
Existe uma luta pela descriminalização da prostituição e tal, mas o eixo principal esta pautado na escolha de se prostituir para ganhar a vida. Daí vc exclui as mulheres que se prostituem por droga, miséria, obrigação...!
Parece ridiculo, mas é muito importante, porque estas ultimas terão que ser vistas enquanto grupo vulneravel, sucitando a criação de politicas públicas para solucionar esta questão.
Outro ponto é que crianças e adolescentes jamais se prostituem...são explorados por alguém ou algo!POr isso: exploração sexual.
A prostituição vista como escolha, separa as pessoas que são levadas a exploração sexual. Entende a idéia...parece ser mera questão de nomeclatura, mas é uma posição politica...enfim!
Outra é não joguemos o bebê com a agua do banho! O movimento feminista é diversificado, mulheres negras, mulheres que sofrem violência, enfim...acabamos nos diluindo em alguns aspectos.....mas conquistamos a cada dia vários outros, tais:
os direitos das crianças e adolescentes foram sucitados pelo movimento feminista, assim como, a idéia de gênero que deu animo ao movimento gay, que hj realmente é muito bom, atualmente, bandeiras sobre o direito ao corpo, a sexualidade e saúde estão em pauta! Pense qtas vitórias conquistaremos!
Mas, estou contigo, reproduzimos a hierarquia do poder em nossos lares, na qual somos as próprias oprimidas!
Outra coisa é que com a nova lei Maria da Penha a mulher não pode retirar a denúncia ao seu marido! Ou seja, mesmo se ela sofrer ameaçada ela não terá como. Com este registro permanente fica mais fácil outras medidas para coibir a violência. Falta muito, principalmente, locais de atendimento aos agressores! Mas esta fica para outra...
Hoje é um dia de luto ou de luta, depende de como vc olha o futuro. Sem guerra do sexos...mas não desista de nós hoje! beijos Ana Laura.

Ririri,,exclui o outro para arrumar os erros de português, escrever emocionada não dá certo!

Taty e Ana disse...

AHHH! conheço inumeros casos que o homem sofre violência doméstica e, pasme, são atendidos enquanto vítimas junto as mulhers vítimas!
Vc leu a carta que foi entregue hj no movimento que ocorreu em São Paulo. Eu a li e fiquei emocionada, crise financeira, criminalização dos movimentos sociais, mídia, atuais guerras..e isso é só um gostinho. É menino, está tudo lá, para nossa felecidade..Elas não esqueceram de ninguém!
aqui vai o endereço, se aproprie
http://www.abong.org.br/final/noticia.php?faq=19447

Beijos Ana Laura

Nícholas Fernandes Gimenes disse...

Oi querida Ana!

Obrigado por vir aqui... gosto muito qdo vc vem aqui!

bom sobre a prostituição.. entendi as definições.. enfim as que são exploradas sexualmente e que se prsotituem por obrigação.. o governo precisa resolver isso e tal.

mas a quem se prostituem por vontade própria também são seres humanos.. e devem ser respeitadas... a polícia, as prefeituras, os postos de saúde.. devem ouví-las e atendê-las.. como fazem com outros cidadãos.

Mas por serem prostitutas são tratadas como lixo, não entendo porque, não estão prejudicando ninguém. Ah não ser quando traficam drogas, assaltos, enfim ai o crime é outro.. vender o próprio corpo por dinheiro não deveria ser visto e respeitado como livre-arbítrio, não como crime.

Sobre os movimentos feministas eu não joguei o bebê com a água não.... devemos muito da nossa liberdade e dos direitos humanos a elas.... mas hoje deram uma esfriada... há pouca visibilidade às ações tomadas e às causas feministas... o dia da consciência negra, a parada gay... tem mais ações de grande repercussão do q as q tiveram o dia da mulher de 2009. Aqui na minha cidade, Campinas-SP.. tem unicamp e inúmeras empresas... não fiquei sabendo de ação nenhuma pelo dia das mulheres.. e isso é lamentável. Mas parada gay teve e inúmeras ações no dia da consciência negra.

Mas esses comentários meus não tem por objetivo diminuir os movimentos feministas... torço muito pelas mulheres, minha mãe particularmente já sofreu coisas em casa e em trabalho por "ser mulher" e se fosse "homem" não sofreria e vou farei o q eu puder para mudar essa realidade.

achei maravilhosa a carta que me mostrou, vou colocar o link no meu post e dar o crédito a você ok? :D

sobre o homem sofrer violência doméstica.. eu sei q sofre.. mas o número é incomparável a violência que as mulheres sofrem.

Pra via de regra, violência doméstica é quase sempre homens q batem e mulheres que apanham. Há exceções. Mas esses números não se configuram um problema estrutural, que necessite de políticas públicas direcionadas... mas violência doméstica feminina sim.. os números são absurdos... é um problema que exige medidas específicas.

Nossa e nunca vou desistir de vcs... mas quero que tenham oportunidades iguais.. vejo mulheres tão inteligentes, dedicadas.. não é justo terem tantos obstáculos que nós homens não temos.

E parabéns por ser uma mulher consciente... algo que me aborrece muito é ver as próprias mulheres reproduzindo e aprovando atitudes machistas.

ah e desculpe pela revolta, pelos termos absolutos, pelo jeito imperativo... eu sei que nada é absoluto, que tudo é relativo.. que nem tudo é simples... enfim

beijos Ana!

qualiblog disse...

Aeeeee, Garoto!!!! Estou admirado com seu post! Pena que cheguei tarde para ler e apoiar... Mas te garanto que se eu tivesse escrito um post sobre o Dia das Mulheres ele seria bem na linha de raciocínio que você trabalhou...

Ah. Eu lavo minhas cuecas (quase sempre) e levo café na cama para minha esposa (sempre), e não exijo dela absurdos como vejo por aí, tipo "O que você fez o dia todo?" ou "Sei que tem dez camisas no armário, mas quero aquela que está no varal para usar amanhã"...

Taty e Ana disse...

Oi Nicholas, não há o que agradecer. Adoro vir aqui porque há espaço para discussão de pontos de vistas e tal. Isto é contrução de conhecimento, não reprodução e assimilação...e eu adoro uma discussão construtiva!
Eu concordo com você em tudo. Sobre a "Legalização da Prostituição" é basicamente o que elas pregam, respeito,não guetização, tratamento humano...Lembro de ter lido que em épocas anteriores, os agentes de saúde iam em busca das prostitutas, faziam exames e depois não voltavam para entregar os resultados. Tornando-as objeto de pesquisa e não sujeito das mesmas! A história nos mostra contornos horriveis, ficariamos horas discutindo sobre eles.
Mas existe este movimento da legalização, elas se encontram uma vez por ano em Curitiba e estão com plano de lei para uma possivel identificação da prostituição enquanto trabalho. É um assunto polemico!
Será que tem algum site sobre o assunto?
Realmente é desalentador ver que as mulheres tem que ralar muito para conseguir um espaço. Que não consegue se desvinciliar da imagem de rainha do lar, da mãe e objeto sexual...
Sobre o movimento feminista o problema que vejo é que ele se limitou ao cenário academico. Temos excelentes trabalhos escritos sobre o cenário feminino, economia, cultura, sexualidade..mas o acesso fica nas universidades e faculdades. Eu confesso que só tive acesso a ele qdo graduando, antes era a idéia de mulheres solteironas e amargas! que bobagem...
Muitos outros atores do movimento estão na sociedade civil e não têm muita visibilidade. São vários os problemas!
O movimento gay, nem digo a parada gay que é um assunto polemico, tem ganhado muita visibilidade. Acredite que junto a ele tem bastante feminista! Enfim, concordo com vc e não vou ficar divagandoooooo....

Ana Laura

AH! não precisa dar credito para mim. Não foi eu que escrevi a carta e nem o texto de humor! Mesmo assim obrigada...ah! vamos parar de agrader um ao outro..muito piegas!

Aura Sacra Fames disse...

Realmente achei bastante interessante seu texto, é verdade parece que o fenômeno Amélia está voltando, agora em outras dimensões, é uma mulher que trabalha, mas não ganha, um mulher que estuda, mas não racionaliza, pinta as unhas e alisa os cabelos.


Abraços
Vinícius
aurasacrafames.blogspot.com

Bete disse...

Profundo e real.
Voce sempre surpreendendo.
Certamente tudo que voce disse faz sentido, apesar de termos progredido muito.
Muitos anos serao necessarios para uma conquista cada vez mais significativa.
Bjs no coração

Flor disse...

Assisti ao documentário sobre prostituição que vc expos aqui...
Sempre imaginei como seria a vida de todas essas jovens que são forçadas (ou não) a participar desta "atividade econômica". Depois de assisti-lo, o que eu imaginava, se tornou bem mais real.
Obrigada pela postagem. É deste tipo de atenção que merecemos/precisamos, assim como os homens merecem/precisam também, afinal... todos somos humanos.

Elisa disse...

Infelizmente muitas mulheres hoje confundem ser feminista com ser chata, não usar sutian e assustar os homens!
não eh nada disso...o movimento femenista existe ,como vc muito bem escreveu no texto, para igualitarizar os sexos e não roubar o papel masculino ou querer desmerece-lo.Estamos retrocedendo. E agora para 2 lados:
1 - as mulheres que querem ser homens
2 - as mulheres que acham q ser mulheres eh ter um corpo q agrade aos homens.

hoje as mulheres - e tb os homens, mas em menor escala - vivem na ditadura da beleza e da moda, acham bonitinho não dar opiniao e se mostrar como um objeto de consumo.

Vamos mudar isso?



Parabéns pelo post. ele é muito critico e aponta com clareza os pontos a serem enfrentados.

Sabrina Noureddine disse...

Oi Nicholas,

Não tenho palavras para dizer como gostei desse post!!!

Fantástico, vc se superou!!!

Obrigada por resgatar um pouco da história de luta contra o preconceito e discriminação de tantas mulheres, espero que ainda muitas outras continuem esse inesgotável trabalho e verdadeiros homens como você sejam capazes de trabalhar juntos para um mundo melhor e igualitário.

Abs., Sabrina.

Fernando disse...

Olá
Voce mostrou uma realidade dura do verdadeiro dia das mulheres. Estamos engatinhando ainda, há muito o que ser feito para melhorar a condição das mulheres neste país e no mundo também. E quem sabe ter uma visão mais otimista disso em breve.
grande abraço
Fernando dos Santos

Anônimo disse...

"mas a quem se prostituem por vontade própria também são seres humanos.. e devem ser respeitadas... a polícia, as prefeituras, os postos de saúde.. devem ouví-las e atendê-las.. como fazem com outros cidadãos.

Mas por serem prostitutas são tratadas como lixo, não entendo porque, não estão prejudicando ninguém. Ah não ser quando traficam drogas, assaltos, enfim ai o crime é outro.. vender o próprio corpo por dinheiro não deveria ser visto e respeitado como livre-arbítrio, não como crime."

Nenhuma mulher se prostitue porq ue quer e como vamos ter um mundoi em que somos tratadas como seres-humanos se é aceitável sermos reduzidas á mercadorias para abuso sexual?Existem bons links que desmentificam esta idéia de que " agente vira puta porque quer" quando na verdade é falta de oportunidade e coerção.E prostituição ationge todas nós sim,cria uma cultura em que ensina os homens a nos tratarem como mercadorias.Os países que a legalizaram tiveram o tráfico de mulheres e crianças aumentado junto com a violência geral ciontra nós.

Portanto,se vc quiser realmente ajudar estas mulheres,seja contra.Ser contra prostituição não é ser contra a prostituta,muito pelo contrário,é ser contra aqueles que as exploram e os clientes consumidores de carne humana.

um abraço e continue na luta com agnete!

Blog Widget by LinkWithin