26.2.10

Dia Bom :)

Diego, Nicholas, Teh, Thiago - indo p/ Delfinópolis :)

Hoje eu acordei tenso, com o coração acelerado, preocupado com um trabalho que precisava entregar e tinha TUDO para dar errado. Tava meio de bode de ir para SP... porque eu realmente odeio SP.

Fui para lá e tava mó frio (pleno verão, pqp!), tempo de chuva e mó trânsito! Cheguei, comecei a trabalhar e não tava dando certo (MALDITO HP-UX!), mas mantive a calma e foi resolvendo devagarzinho, parte por parte... até que funfou! :D

Peguei o carro satisfeito, final de tarde, o tempo nublado ficou para trás.. abriu um solzão na estrada!

Fiquei pensando em como minha vida está maravilhosa, nas últimas viagens que fiz, em como estou me sentindo bem fisicamente com a academia e em quantas pessoas incríveis estão na minha vida.

Abri a janela, botei o braço para fora, envolvido pela música e fiquei curtindo plenamente o momento, me deliciando com cada segundo que passava. Possivelmente, eu era a pessoa mais feliz do mundo =)

A música que tocava era a Can't Go Back (Better off alone) da Sissel, nossa desenterraram essa na rádio, muito bacana!


http://www.youtube.com/watch?v=tbwvVxXDcMo

Sabe, nada externo mudou - tava sozinho, meu trampo continua punk, a facul é um saco, tenho contas para pagar... mas ser feliz é uma escolha. A melhor escolha.

"Seja quem você é, Faça coisas que gosta, Fique junto das pessoas que ama"

(Dharmesh Shan)

Vejo tanta gente que tem tudo e não é feliz. Isso me aborrece um pouco. Fico pensando na probabilidade, dentro desse universo infinito, de sermos o espermatozóidizinho de gente que chegou e vingou! Imagina? Podíamos ter sido gambás! hahahah :-P

Mas somos pessoas. A maioria de nós pode pensar, escolher, viver! Nascer é uma sorte muito maior do que ganhar na mega sena, e mesmo assim, vários jogam fora seus "bilhetes premiados".

Gosto do trecho do conto "Bliss" da Katherine Mansfield:

"O que pode alguém fazer quando tem trinta anos e, virando a esquina de repente, é tomado por um sentimento de absoluta felicidade — felicidade absoluta! — como se tivesse engolido um brilhante pedaço daquele sol da tardinha e ele estivesse queimando o peito, irradiando um pequeno chuveiro de chispas para dentro de cada partícula do corpo, para cada ponta de dedo?"

Hoje me senti assim. Aproveitem o final de semana, espero que se sintam assim também. \o/

E melhor ainda! Faz um favor para si mesmo(a): desliga esse computador, põe uma roupa bacana, passa perfume e saia.

Vá tomar um sorvete, faça algo que gosta, sozinho(a) ou com alguém que goste também.

Não perca mais tempo. Abraços ;)

Posts Relacionados:



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

7 comentários:

Thiago disse...

aee !!
Boa Nicholai...é assim mesmo que é bom ser :D...gostei de ler esse post.
Tentei te ligar ontem pois fui em uma peça de teatro muiiiiiito boa contando a história do blues..

da próxima vez sai da sala e atente o celular...:D

abraço pangaré...daqui a pouco estarei em campinas...te ligo e vamos fazer algo.

Priscila Lima disse...

olá...
puxa essa felicidade pode ser traduzida em...
"Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo."(Jo 14,27)
e acredite a paz que é fruto da prática libertadora, fraterna, solidária, restauradora da vida e da dignidade dos homens e mulheres. É a paz do reencontrar a vida!
Abraço Nicholas.
Priscila Lima

Canteiro Pessoal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canteiro Pessoal disse...

Nicholas, ave rara,

como ouves com todos os seus sentidos... boa companhia que tu és! Um ser que acaricia com pensamento de viver a vida, tira o semelhante no corpo, na alma e no espírito da imobilidade. É fabuloso, pois 'beijas' com atitudes e sua boca proclama uma entrega. E com o externo sendo externo faz seu dia ser bom, afinal nós temos o poder de sermos o espermatozóide vitorioso na corrida que foi implacável. O florir desta foto, me derreteu e por embrenhamento infinito na madrugada pelo dia bom viver. Esses seus 24 anos, e porte anuncia um homem na carreira dos 30 fascinante.

Abraços vaso transbordante e obrigada por encher o meu vaso.

Priscila Cáliga

Vinicius disse...

Você precisa morar uns anos lá pra entender como aquela cidade é boa, se você só vai pra trabalhar de vez em quando você só pega a parte ruim. É que ainda não arranjei um trabalho divertido o suficiente por lá pra voltar. O maior problema que é o transito é contornável, o resto é excelente.

KG disse...

Mano, tb não sou muito chegado a Sampa! Mas, o que posso fazer, moro aqui! rsrs :(

Sabrina Noureddine disse...

Oi Nicholas, Legal esse post!
Sampa é complicado mas tem seus encantos...
Embora o que todo paulistano mais gosta é de um feriado para sair daqui.... kkkk...
Vc me convenceu, agora tb estou no twitter, venha me visitar, ok?
Bjos.

Blog Widget by LinkWithin