2.3.10

Reflexões sobre ser um Empreendedor - Hugh Mcleod (Gapingvoid)

"Todos os artistas são empreendedores.
Todos os empreendedores são artistas."

Abaixo, o último post publicado no Gapingvoid. Tem várias reflexões interessantes:

1. Tudo leva 3 vezes mais do que deveria. Principalmente a parte do dinheiro.

2. A melhor forma de conseguir aprovação é não precisar de uma.

3. Pessoas querem o que não podem ter. De fato, é muitas vezes tudo o que elas querem.

4. Depois de se tornar um empreendedor, é bem difícil estar em uma empresa de não-empreendedores. Você vê coisas que eles não vêem, as ondas se alternando, simples assim.

5. Em um mundo de super-oferta e comoditização, você não é mais pago para suprir. Você é pago por outra coisa. O quê nem sempre é óbvio.

6. Boca-a-boca é o melhor meio de divulgação.

7. Pessoas compram seu produto porque ajuda a preencher os vazios de suas vidas.

8. Você pode ser o mais barato ou o melhor. Eu sei qual eu prefiro ser.

9. Algumas pessoas pensam que ao conseguirem captar investimentos, seus problemas terminaram. Errado. É aí que seus problemas começam pra valer.

10. É melhor ser subfinanciado do que superfinanciado.

11. Se uma pessoa mediana em um bar consegue entender o que você faz para viver, as chances são de que você está na metade do caminho para virar uma commodity.

12. É mais fácil transformar um aliado em um cliente do que o contrário.

13. Se você está satisfeito com sua carreira antes dos 30, provavelmente você está fazendo algo errado. Melhor, se você está satisfeito com sua carreira antes dos 70, você provavelmente está fazendo algo errado.

14. Pessoas espertas, jovens e artistícas sempre me perguntam qual caminho profissional é melhor: "Criatividade" ou "Dinheiro". Eu sempre respondo que não importa. O que importa é "Relevante" e/ou "Irrelevante"

15. Escreva o seguinte no papel, grave na cabeça, e cole na parede do seu escritório: "Você já abraçou o seu cliente hoje?"

16. Pessoas sempre, sempre estão no mercado por uma história que se identifica com elas. Seu produto terá essa qualidade ou não. Se o produto falhar nesse teste, desista do emprego e procure outra coisa. Apenas fazer o produto cada vez mais barato ou melhor não vai te ajudar.

17. Produtos são amplificadores de idéias. As moléculas e/ou bytes são secundários.

18. Pessoas lembrarão da qualidade por muito tempo após esquecerem o preço.

19. Mercados servem empreendedores se estes não suprí-los totalmente. Suprí-los além do necessário é o beijo da morte.

20. Eu conheço um CEO que, após assumir o controle de uma empresa, levou um negócio EXTREMAMENTE lucrativo ao chão em menos de 2 anos. De um valor de mercado de $100 milhões à ZERO. Por quê? Ele ama ser "o" CEO, mas não ligava em ser "um" CEO.

21. Sobre se tornar um empreendedor, a coisa mais útil que aprendi nos últimos 20 anos foi saber como curtir minha empresa por longos períodos de tempo.

22. Um bem-sucedido empreendedor que conheço tem uma maravilhosa qualidade, ele nunca, nunca se compara com outras pessoas. Ele faz do seu jeito, o que tem dado certo. Não é porque o concorrente compra uma lancha que ele sente vontade de uma também. Isso ajudou-o a construir um negócio no tamanho certo, não do jeito que "pessoas de lanchas" fazem.

23. Ter um negócio é cheio de altas e baixas extremas. Esse é o motivo pelo qual empreendedores bem-sucedidos e felizes levam vidas estáveis, normais, familiares, "tediosas". Ele sabem que precisam equilibrar a vida. Dramas extra-curriculares são bacanas em tablóides, mas com certeza não são bons.

24. MBAs são condicionados a usar o cérebro tanto quanto profissionais do sexo são condicionados a usar seus genitais. Bom trabalho se você conseguir pagar.

25. Bill Gates tem milhões de vezes mais dinheiro do que eu, mas ele não irá viver milhões de vezes mais do que eu, assistir milhões de vezes o sol se pôr mais do que eu, fazer amor com milhões de mulheres mais do que eu, nem ser pai de milhões de crianças mais do que eu. Seres humanos não são escaláveis.

26. F. Scott. Fitzgerald escreveu uma vez, "Não há 'viradas de mesa' nas vidas dos americanos". F. Scott era um bêbado e um tolo.


Post Original: random thoughts on being an entrepreneur



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin