22.3.10

A Verdadeira Alegria - Bernard Shaw

Bernard Shaw
"Esta é a verdadeira alegria na vida, ser usado para um propósito reconhecido por nós próprios como sendo grandioso;

Ser uma força da natureza ao invés de um torrão febril e egoísta, feito de padecimentos e lamentos, que se queixa pelo mundo não se dedicar a fazê-lo feliz.

Sou da opinião de que a minha vida pertence à comunidade como um todo e, enquanto viver, é meu dever, meu privilégio fazer por ela tudo o eu que puder.

Quero estar completamente gasto quando morrer, porque quanto mais sirvo, mais vivo. Eu regozijo-me na vida por si mesma.

A vida não é vela breve para mim. É uma espécie de facho esplêndido que agarro por um momento e que quero fazer brilhar o máximo possível antes de o passar para gerações futuras."

(Bernard Shaw)



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2 comentários:

Sonia Domingues disse...

Oi Nicholas, hj conheci teu blog e gostei muito. Estou levando os pensamentos do B. Shaw e a lista dos desaparecidos.Td de bom pra ti.Abraços.
Sonia.

Tatah Paiva disse...

Adoro Bernard Shaw

bjs

Blog Widget by LinkWithin