18.11.10

Vender a Alma é a coisa mais Fácil do mundo - Ayn Rand

"Você consegue esquecer o que lhe ensinaram a repetir, e pensar, pensar para valer, com o seu próprio cérebro?

Vender a alma é a coisa mais fácil do mundo. É o que todas as pessoas fazem, a cada hora da vida delas.

Se lhe pedisse para não abrir mão da sua alma, você entenderia por que isso é muito mais difícil?

Peter, antes de poder fazer coisas para as pessoas, você precisa ser o tipo de homem que sabe como fazer as coisas.

Mas para fazer as coisas, você precisa amar o ato de fazê-las, não as consequências secundárias. O trabalho, não as pessoas. Sua própria ação, não qualquer recipiente da sua caridade.

Ficarei contente se as pessoas que precisam de uma forma melhor de viver a encontrarem em uma casa que desenhei. Mas não é esse o motivo do meu trabalho. Nem a minha razão. Nem a minha recompensa.

Peter, eu amo esse trabalho. Quero vê-lo erguido, funcionando, construído. Quero torná-lo real, vivo. Mas toda entidade viva é integrada. Sabe o que isso significa? Inteira, pura, completa, intacta [...] meu objetivo, minha recompensa [...] Meu trabalho feito do meu jeito."

--------------------------------------

"Foi a pior coisa que fiz na vida, mas não por que a magoei. Eu a magoei de verdade, Katie, e talvez mais do que você mesma saiba. Mas essa não é a minha pior culpa...

Katie, eu queria me casar com você. Foi a única coisa que eu realmente quis. E esse é o pecado que não pode ser perdoado: que eu não tenha feito o que eu queria.

Parece tão sujo, fora de propósito e monstruoso [...] porque não há nenhum sentido nisso, nenhuma dignidade, não há nada além de dor, e dor desperdiçada...

Katie, por que sempre nos ensinam que é fácil e maligno fazermos o que queremos e que precisamos de disciplina para nos conter?

Fazer o que queremos é a coisa mais difícil do mundo, e requer o maior tipo de coragem."


- Ayn Rand, trecho de A Nascente (The Fountainhead)



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

3 comentários:

Ana disse...

Adoro quando você cita Ayn Rand, só aumenta minha vontade de ler!!

José Maria Plá Junior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sergio Oliveira Jr. disse...

Esse é realmente um dos meus trechos favoritos. Falei sobre ele no meu blog também: http://www.opoderprimario.com.br/essa-tal-liberdade/

Blog Widget by LinkWithin