27.4.11

Empatia e Inteligência


http://www.youtube.com/watch?v=qrnPzbrKYoQ


Melhores Trechos


Sua vida não é a realidade.

Você vive dentro de uma bolha. Preenchida em grande parte pela sua família, tradições, conhecimentos, crenças, religiões - complementadas pelas vivências de sua própria vida.

Seus conceitos, sua religião, suas crenças - são subprodutos do que outros pensaram e disseram, e variam de acordo com o contexto em que você vive.

Quais seriam suas crenças se você tivesse nascido na Jordânia? Em Israel? Na Índia? No Tibet? Seriam muito diferentes da que você tem agora.

Você diz o que pensa. Mas as informações que estão na sua mente foram colocadas aí durante sua vida desde que era criança.

Interiorizou conceitos, que formam parte de suas crenças mais profundas e nunca questionou, assumindo 100% de sua veracidade, porque a maioria acredita.

Assim, o seu mundo vira aquilo que você estudou na escola. Você ensina aquilo que te ensinaram, em um sistema educativo sem fim, que tenta uniformizá-lo.

Tudo o que você passa a falar é algo que escutou em algum lugar, emprestou de algum livro.

Sua realidade, sua bolha - não é mais do que programas mentais impostos, adquiridos em grande parte pelos meios de comunicação, que te impedem de pensar com clareza. Você não aceita aquilo que não encaixa na sua bolha.

Em muitos casos, nossas bolhas não encaixam com as bolhas dos outros.

Por isso a humanidade está dividida, e sempre estará.

Nossa arrogância não nos deixa ver além das nossas bolhas limitadas e conformistas. Acreditamos ter a razão - e temos - dentro das nossas bolhas.

O que você chama de vida, é sua prisão - por mais cômoda que seja. E você se considera diferente e independente, mas vive dentro dela.

E o pior é quando você não se dá conta, de que seu interior quer ser livre, tenta o entretenimento, e quando não é suficiente, se enche de vícios. Acredita que isso é viver a vida.

Te fazem perseguir um mundo de ilusões impostas, como algo que valerá a pena. E busca a todo custo, como a meta maior a cumprir, para dentro de 60-70 anos começar a usufruir.

A verdade só é alcançável pela inteligência, não pela crença.

A inteligência é que saberá filtrar a desgastada e maldita argumentação dos tolos e ignorantes, cegos e guias de cegos.

A realidade só se pode ver pelos olhos da inteligência, aí está a batalha que deve lutar. Vencer a ignorância e fanatismo.


"É FALSA a história que nos ensinaram.
São FALSAS as crenças econômicas que nos impuseram.
São FALSAS as perspectivas mundiais que nos apresentam e alternativas políticas que nos oferecem.
São IRREAIS as liberdades que os textos nos asseguram.

VOLTAR A REALIDADE é um imperativo inexorável."

(Raul Escalabrini Ortiz)




Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

0 comentários:

Blog Widget by LinkWithin