25.4.11

Futuristas falam sobre Educação: Isaac Asimov e Alvin Toffler

"Se o conhecimento traz problemas,
não é a ignorância que os resolve.
"

(Isaac Asimov)


Isaac Asimov
YouTube - Isaac Asimov prevendo o impacto da Internet (português)



Melhores Trechos:

"Quando tivermos mais e mais computadores, a maioria dos trabalhos que humanos não deveriam fazer - porque inutiliza e atrofia o cérebro, entedia até a morte - serão feitos por máquinas. Haverá demanda por pensamentos mais criativos.

Não podemos colocar uma pessoa em um trabalho que suprime seu pensamento criativo por anos, e depois soltá-lo e dizer "seja criativo".

Mas se uma criança aprende a admirar a própria criatividade desde cedo, talvez todos seremos seres criativos."


YouTube - Isaac Asimov on Bill Moyers World of Ideas pt 1



Melhores Trechos:

"Uma vez que tenhamos canais, computadores em cada casa, cada um deles ligado a "bibliotecas" enormes, onde qualquer pessoa possa fazer perguntas e ter respostas, obter materiais de referência sobre qualquer assunto em que esteja interessada em saber, desde a sua infância.

Por mais bobo que pareça para alguém, é o que você está interessado, e você pode perguntar, descobrir e pode seguir o assunto. Você pode fazê-lo em sua própria casa, no seu ritmo, na direção que quiser e a seu próprio tempo.

Então todos gostarão de aprender.

Hoje em dia o que as pessoas chamam de aprendizado é algo imposto a você.

E todo mundo é obrigado a aprender a mesma coisa, no mesmo dia, na mesma velocidade e na sala de aula.

Mas todo mundo é diferente. Para alguns, a aula pode ser muito rápida, lenta demais para outros e para alguns até mesmo na direção errada. Mas dê a eles uma chance, além da escola, eu não digo que vamos abolir a escola, mas além da escola, para seguir a sua vocação desde o início.

Através da máquina [...] Todos podem ter um professor, sob a forma de acesso aos conhecimentos acumulados da espécie humana.

E se eu quiser aprender apenas sobre beisebol? Está tudo bem. Você aprende tudo o que quiser sobre o beisebol porque quanto mais você aprende sobre beisebol, mais você poderia se interessar por matemática e tentar descobrir o que eles querem dizer com essas médias estatísticas, médias de rebatidas e assim por diante. Você pode, no final, tornar-se mais interessado em matemática do que em beisebol se você seguir sua própria vocação e não for forçado.

Por outro lado, alguém que esteja interessado em matemática, pode de repente encontrar-se muito intrigado pelo problema de como você joga uma bola em curva, e pode envolver-se com física esportiva, por que não? Por que não?

Não é de se esperar que todos tenham um computador perfeito de imediato, mas tentaremos isso, e com o tempo, acho que mais e mais o terão. Assim como, pelo amor de Deus, quando

eu era jovem, poucas pessoas tinham automóveis, poucas pessoas tinham telefone em sua casa, e quase ninguém tinha um aparelho de ar condicionado. Ora, estas coisas são muito comuns hoje em dia.

A escola pertencerá ao aluno, ele será o único a decidir sobre o que ele vai aprender, sobre o que vai estudar.

Veja bem, isso não é tudo o que ele vai fazer. Aainda estará indo para a escola para algumas coisas que ele tem que saber. Conhecimento comum, base de dados gerais, a interação com outros alunos e com os professores. Ele não pode fugir disso, mas ele tem que procurar a diversão da vida, que é seguir sua própria vocação.

Não é só para os jovens. Esse é outro problema com a educação como a temos agora. As pessoas pensam na educação como algo que se pode terminar. E mais, quando se termina, que é um rito de passagem para a idade adulta.

E como a prisão, a recompensa da escola está em sair.

Se você proporciona algo como qualquer um, a qualquer idade, pode aprender por si mesmo, pode-se continuar sempre interessado.

Não há razão, se você gosta de aprender, para que você pare em uma determinada idade.

As pessoas não param de fazer coisas que gostam apenas porque elas atingem uma certa idade. Eles continuam se podem se divertir e com o aprendizado será a mesma coisa.

O problema com a aprendizagem é que a maioria das pessoas não gosta dela por causa das circunstâncias. Faça que seja possível gostar gostar de aprender e eles vão continuar aprendendo."


YouTube - Asimov-Speech




Melhores Trechos:

"Talvez o mais revolucionário desenvolvimento dos últimos anos se deve ao computador.

Descobrimos a máquina que pode substituir, pelo menos em parte, o nosso cérebro.

Antes disso, era só uma questão de poupar músculos humanos naquilo que não fazem bem.

O cérebro continuava fazendo todo tipo de trabalho desumanizante e burro, mas agora temos máquinas que podem fazer isso - os computadores.

Tudo depende de computadores, e estão cada vez menores e presentes.

Nós temos computadores pessoais em casa, e estão ficando melhores, mais baratos e mais versáteis, capazes de fazer mais coisas.

No futuro a humanidade ficará livre da maioria dos trabalhos que insultam a complexidade do cérebro humano, que não exigem nenhum grande pensamento ou criatividade.

Deixaremos isso para os computadores e ficaremos com aquilo que os computadores não podem fazer: imaginação, criatividade, fantasia, intuição, solução de problemas sem ter as condições exatas.

E então, podemos integrar os computadores à máquinas que substituem os músculos humanos, e fazê-las agir de um modo tão versátil, que parecem estar pensando.

Temos a inteligência artificial aplicada às máquinas e chamamos isso de Robôs. Qualquer máquina computadorizada é um robô.

Temos robôs industriais que não se parecem com humanos, mas que fazem coisas que apenas humanos podiam fazer.

Viveremos em um futuro, em que talvez teremos robôs pessoais, que parecem humanos, e usaremos como escravos ou servos e liberando a gente.

Pela primeira vez, nós seremos livres. Mas, como será a vida assim?

Completamente computadorizada e robotizada, quais os efeitos colaterais? Haverá dificuldades? Certamente.

Haverá coisas que não iremos gostar? Certamente.

Porém, temos que pensar nisso agora. Para nos prepararmos para possíveis dissabores e tentar contorná-los antes que seja tarde.

Nós todos temos que fazê-lo. É como nos velhos tempos, quando o automóvel foi inventado, seria muito melhor se tivéssemos construídos nossas cidades com os veículos em mente.

Ao invés de construir cidades para a vida pré-automóvel e descobrir que não temos lugar para pôr os veículos ou dirigí-los. É o que devemos evitar no futuro."


"Analfabetos do amanhã não são aqueles que não sabem ler, mas quem não aprendeu a aprender"

(Alvin Toffler)


Alvin Toffler
YouTube - Alvin Toffler on Education



Melhores Trechos:

"Em 1800 nos EUA, a maioria das crianças eram filhas de fazendeiros e trabalhadores do campo.

Quando os EUA proposeram um sistema de educação público, os pais pobres disseram "Não! Não podemos deixar nossos filhos irem para escola, precisamos que trabalhem ou morreremos de fome. Não temos mãos suficientes para trabalhar no campo". Eles se opuseram.

A comunidade de negócios disse: "Queremos um sistema que crie uma Disciplina Industrial".

A disciplina industrial significativa "Queremos que você chegue no horário e fazer o mesmo trabalho, de novo e de novo. Como nas linhas de montagem"

O que aconteceu foi que projetamos escolas que se parecem com fábricas. Ainda hoje, simulam fábricas.

No entanto, as pessoas não estão trabalhando assim, trabalham de casa, em horas diferentes. Não é necessário que todos apareçam ao mesmo tempo.

Nossas escolas estão projetadas em criar uma força de trabalho para a economia da era industrial.

Não é mais o tipo de sistema econômico que temos. Por este motivo, o sistema educional inteiro está obsoleto.

Bill Gates disse coisas certas "Não podemos reformar nossos sistema educacional, devemos substituí-lo".

Isso é uma coisa muito difícil e dolorosa de fazer, os EUA tem milhões de pessoas trabalhando nas escolas, professores e outros profissionais, que poderão perder seus empregos.

Não porque os professores são maus, a minha irmã é professora, mas o sistema em que ela trabalha hoje em dia é um desastre."


YouTube - El Peligro de la Educación Abstracta




Melhores Trechos:

"A criança pergunta "Porque tenho que estudar álgebra?"

Os pais dizem: "Porque será bom para você no futuro"

Isso pressupõe que os pais conhecem o futuro, e também não é persuasivo.

As crianças precisam ver uma razão para aprender álgebra.

Poderíamos pegar um grupo de crianças, um professor e alguns cidadãos de fora, e levá-los a resolver pequenos problemas da comunidade.

Congestionamentos, focos de contaminação, ou algo assim, que precise de álgebra para resolver o problema.

Então, você não tem mais que responder perguntas "Porque tenho que aprender álgebra?". Você diz "Vamos resolver este problema."

É um aprendizado ativo, ao invés de algo abstrato."


YouTube - Toffler na RTP2




Melhores Trechos:

"As empresas tem mudado rapidamente, senão o concorrente faz na frente. Porém, outras instituições na sociedade se movem mais devagar. Até que se chega ao sistema educacional: move-se quase parando.

Como vamos preparar crianças para uma economia de alta velocidade em mudanças, em um sistema educacional que muda tão devagar? Está dessincronizado.

O ensino é péssimo. As escolas que temos são como fábricas.

Na sociedade agrária, a pessoa que sabia mais era a mais velha, a vida pouco mudava.

Na sociedade industrial, vimos que nem sempre a pessoa mais velha conseguia acompanhar as mudanças.

Agora, temos crianças ensinando seus pais. Isso ajuda a explicar algumas relações difíceis entre pais e filhos, hoje.

Os pais mandam, e devem mandar. Mas os jovens sabem coisas que os pais não sabem.

Haverá uma grande variedade de tipos de educação.

As crianças deveriam aprender o que é a publicidade, e se devem acreditar nela. Pois estão rodeadas de publicidade, é seu ambiente.

São bombeardas muito antes de poderem perceber o que é verdade do que não é.

As crianças precisam aprender sobre dinheiro, precisam saber o que é a vida diária. E não aprendem isso no sistema educacional tradicional.

Há muitas outras coisas que deveriam saber. E cada crianças é diferente, não deve ser tratada como um produto numa linha de montagem."


------ Posts sobre Educação ------



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

2 comentários:

Anônimo disse...

Um Blog inteligente e sempre trazendo perspectivas novas. Bjo Nic

Canteiro Pessoal disse...

Nicholas, tenho que admitir que tu és um formador de opinião, e que sua visão ultrapassa fronteiras, mas, hoje, neste post alguns trechos absorvo e outros descarto, não encaixando com que acredito. Contudo, parabenizo pelo jovem com profunda paixão pela educação, exprimindo sempre ter chamado pelo campo.

Abraços

Priscila Cáliga

Blog Widget by LinkWithin