20.10.11

Voltei das Férias!

Férias Canadá 2011 - Victoria e Vancouver

 

Já faz alguns dias, na verdade.

A viagem foi PERFEITA! Consegui melhorar muito meu inglês, relaxei bem, conheci gente interessante e me diverti absurdo. E não gastei tanto: não comprei nada de marca, paguei tudo como estudante, levei marmita para aula de inglês, não bebo.

Poderia falar aqui o quanto o intercâmbio no Canadá foi bacana, as coisas legais que fiz, dicas para quem quer aprender inglês, o que vi de diferente ou igual ao Brasil...  mas tudo isso vai ficar para outro dia. Estou tendo um puta "choque cultural" desde que voltei.

Lá, tive 30 dias sem aborrecimento nenhum. Minha vida foi simples, leve, descontraída. Ninguém dando ordem à toa, criticando, alfinetando, aborrecendo, fazendo chantagem emocional ou sendo mal-educado. Foram só conversas bacanas, sorrisos, demonstrações de boa vontade e carinho.

Pude ver o quanto pequenos aborrecimentos estão frequentes na minha vida atual. Mal voltei e já tive dias completamente infelizes - do começo ao fim.

Fico puto porque são coisas evitáveis, desnecessárias. Penso que bem-estar é algo de valor inestimável, há tantos problemas no mundo - PARA QUÊ aumentar né?

Pequenos aborrecimentos desgastam a minha felicidade, vão me tornando uma pessoa infeliz aos poucos, mesmo sem grandes problemas na vida. Se existe pecado, acho que um dos maiores seja esse: ser infeliz sem precisar sê-lo.

Não consigo entender quem gosta de ficar dando ordem, criticando, fazendo chantagem emocional, criando caso, fazendo drama, se aborrecendo. É algo completamente fora da minha esfera de compreensão!

Não tenho grandes problemas e impedimentos na vida. Quero uma vida leve, descontraída, gostosa, simples. De diversão, realizações e aprendizado. Não acho que seja preciso praia, ou mudar para outro país. Basta não aceitar viver de outra forma... e aí que está o meu erro.

Se aparecer um problema grande, vou me concentrar em resolvê-lo. Agora em relação aos pequenos aborrecimentos, tudo que posso fazer é evitar as fontes.

Não preciso ser infeliz. Não tenho compromisso com a infelicidade - só depende de mim não aceitar isso.

Ps. pelo menos ando bem empolgado para blogar rs, tô acumulando posts nos rascunhos de novo ;)



Álbum de Fotos

Victoria - Canadá 2011 - 256 fotos
Vancouver - Canadá 2011 -194 fotos



Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

4 comentários:

Ricardo Brandão disse...

Parabéns, Kra! Lindas paisagens! Aposto que a experiência foi inesquecível.
Uma das coisas que percebo nas fotos quando alguém volta de viagem no exterior é que lá geralmente parece bem mais limpo, organizado e bem cuidado do que aqui! Enfim, vamos cuidar daqui para melhorarmos né...
Espero mesmo que você faça vários posts contando as diferenças, as semelhanças, as relações humanas... dizem que brasileiro é um povo receptivo e que os outros são mais fechados, lá foi assim?
E cuidado com os pequenos aborrecimentos, eles que nos deixam infelizes. Lute contra eles!
Abraço e tudo de bom!
Ricardo

Thiago disse...

Férias!

Nicholas...seus problemas acabaram...agora você tem uma máquina de coca-cola! Seja feliz :D

Provavelmente estamos indo para furnas logo...Mochila de Pano...você esta, como sempre, convidado! La você vai encontrar paz, amizde e gente que não vai querer te cobrar em nada...

Canteiro Pessoal disse...

É caro Nicholas, os aborrecimentos sulgam as nossas energias. As pressões emocionais, se não vigiarmos de segundo a segundo, nos tira do prumo da felicidade, que é tão somente - o simples. Que possamos trabalhar nossas emoções (a função das amígdalas localizada no lobo temporal, que se interconecta com o hipocampo, conexões que garantem importante desempenho na mediação e controle das atividades emocionais de ordem maior)-sentimentos-pensamentos, para que as nossas ações sejam tomadas de felicidade, que por estar internalizada é transmitida de forma funcional e ordenada. Ao qual não tenhamos perdas nas nossas conexões (sinápticas).

Tudo na vida, ou melhor, viver no harmonioso - corpo-alma e espírito, se remete numa palavra: "decisão", e que detalhas neste trecho: "Basta não aceitar viver de outra forma...". Enfim, sucesso em sua nova empreitada de atitudes.

Abraços,
Priscila Cáliga

Jayson Vieira disse...

Olá Nicholas!
Estava ansioso por seus posts sobre o Canadá amigo. Que experiência maravilhosa!!

Não tinha nem conhecimento dessa cidade no Canadá. Fiquei encantado com as fotos.

Você fez a viagem por agência de intercâmbio? Por qual? Estou contando algumas porque quero fazer só não sei se para o Canadá.

Abração e aguardo mais posts.

Blog Widget by LinkWithin