29.6.14

The Artist is Present - Marina Abramovic


"O mais difícil é fazer algo que é quase nada."

Documentário maravilhoso sobre a vida da artista Marina Abramovic e sua grande obra The Artist is Present, com duração de 3 meses, na qual ela fica sentada o dia todo, olhando fixamente para quem quiser sentar na sua frente, pelo tempo que quiserem.

Veja que incrível as reações no vídeo! :)

Marina Abramovic on The Artist Is Present (2010) from Marina Abramovic Institute on Vimeo.


"Eu sabia que essa era a chance perfeita de mostrar o poder de arte de performance. Estive me preparando para esta peça por quase um ano. Eu sabia que exigiria demais fisicamente e que seria muito difícil.

O curador me dizia "Você tem que estar pronta, na sua frente haverá uma cadeira vazia na maior parte do tempo..." por que ninguém poderia imaginar que em Nova York, o lugar mais ocupado do mundo, alguém teria tempo para sentar em uma cadeira e se engajar mutuamente em um olhar fixo comigo.

Foi uma surpresa completa para mim e para toda a equipe do MoMA, e para todos. Essa necessidade enorme das pessoas de realmente ter um contato.

Como estamos tão alienados um dos outros?
Como a sociedade nos fez tão distantes?

Nós mandamos mensagens uns para outros, sem nos vermos, sendo que vivemos ali na esquina. Tantas histórias de solidão.

As pessoas não apenas ocupavam a cadeira, a cadeira não ficou vazia nem por um segundo. As pessoas dormiam do lado de fora do museu. Aguardavam por horas e horas e voltavam.

E o que estava acontecendo ali: Eu estou olhando você, você é fotografado, filmado, observado por todos naquele salão. Não há onde ir, a não ser dentro de você. E no momento que você se conecta consigo mesmo, aquele momento explode com tantas emoções e sentimentos, por isso tantos começam a chorar, e se torna uma experiência tão importante na vida deles. [...]

Algo aconteceu ali, diferente de tudo que já fiz."


- Marina Abramovic


Abaixo, o trecho do documentário em que Marina se reencontra (de surpresa) com Ulay (Uwe Laysiepen). 

Eles não se falavam nem se viam há 25 anos, sendo que foram amantes e parceiros de trabalho por 12 anos, vivendo 5 anos em um furgão, realizando performances por toda Europa, até que se separaram de forma conturbada.

Reencontro emocionante! :) a partir de 1:05 min do vídeo



Marina Abramovic e Ulay

Essa performance a seguir eu acho muito boa e engraçada:
as pessoas, para entrar no recinto, tinham que passar pela porta, no meio de duas pessoas nuas... óóóóóó constrangimento! rs


 

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

26.6.14

Tarja Branca - A revolução que faltava [TRAILER]

hum interessante hein! => Tarja Branca - A revolução que faltava [TRAILER] - YouTube http://buff.ly/1o58uS8

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

25.6.14

Projeto One & Other - Antony Gormley


Antony Gormley é um dos artistas que mais admiro. Já postei alguns trabalhos dele aqui no blog.

Fiquei sabendo desse projeto dele One & Other há um tempinho atrás, e achei sensacional!

Em uma das praças movimentadas de Londres, tem um monumento alto. Ele montou uma espécie de palco em cima desse monumento, no qual qualquer pessoa poderia subir e ficar 1 hora fazendo o que quisesse, para todo mundo que tiver passando assistir.

O palco ficou lá por 100 dias (quase 1/4 do ano), 2400 pessoas subiram nele. Rolou de tudo: dança, música, demonstrações, discursos, protestos, histórias tristes, gincanas com o público, pedido de casamento, striptease - com a praça cheia de gente lá, de dia e de noite, no sol e na chuva.

Não sou "entendido" de arte, mas dou meus pitacos e para mim esse é o tipo de arte mais bacana que tem. Um grande artista, sai de cena e faz da sua obra uma plataforma para as pessoas comuns se expressarem e contribuírem com a obra também.

Essa democratização, além de aproximar a arte das pessoas, enriquece a vida delas e também a obra em si.

É uma arte super relevante nos dias de hoje... nesse mundo corrido, superficial, desumano... toda iniciativa que nos ajuda a perceber que existem bilhões de outros com uma subjetividade profunda, rica, diversa... é urgente e necessária, sugere o quanto de potencial humano é acobertado ou desperdiçado.

Tenho essa mesma sensação com outros trabalhos incríveis que também integram pessoas comuns, como o 6 bilhões de outros do Yann Arthus-Bertrand, o Waste Land do Vik Muniz e o The Artist is Present  da Marina Abramovic.

Acho que requer uma coragem imensa do artista, principalmente no caso do Antony Gormley, de abrir mão do controle e arriscar sua "reputação"... afinal, o lance era ao vivo e a liberdade era total, poderia dar qualquer tipo de zica, alguém estragar o monumento, se machucar lá em cima ou lá embaixo, sei lá, vai saber.

No entanto, o resultado foi muito bacana. Veja o vídeo com alguns highlights do projeto! :)

Antony Gormley's One and Other: 100 Days from Stephen Archbold on Vimeo.

1 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

A Arte de Izolag e Ananda Nahu

Acho incrível os trabalhos deles! Dá uma olhada aqui  https://www.flickr.com/photos/ananda_nahu/ ou aqui https://www.google.com/search?q=izolag+ananda&tbm=isch


Vi que algumas obras se baseiam também nas fotos maravilhosas do Gregory Smith da CARF - Children At Risk Foundation, vale MUITO a pena conferir os trabalhos dele também! :)

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

21.6.14

50 (+50 e +50!) Frases e Pensamentos Selecionados - Slides

Montei esses slides com as frases e pensamentos que mais me marcaram, que descrevem bem coisas que valorizo e que ficam sempre quicando dentro da minha cabeça.

Espero que gostem! ;)



UPDATE: Ah! resolvi colocar + 50. :-P




UPDATE 2: +50! VAMO QUE VAMO! :D

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

Melhores Entrevistas do Documentário EU MAIOR

Abaixo as entrevistas que mais gostei do maravilhoso documentário EU MAIOR:

▶ EU MAIOR - entrevista com a Feminista Vanete Almeida - 5min - YouTube

essa é uma das melhores entrevistas que já vi,
pessoa fantástica!





Outras entrevistas que gostei muito:

▶ EU MAIOR - entrevista com o antropólogo Roberto Crema - 4min - YouTube

Imagens fantásticas! ▶ EU MAIOR - entrevista com o fotógrafo Araquém Alcântara - 4min - YouTube

▶ EU MAIOR - entrevista com o escritor Rubem Alves - YouTube

▶ EU MAIOR - entrevista com a cineasta Laís Bodanzky - 4min - YouTube

▶ EU MAIOR - entrevista com o músico Benjamim Taubkin - 4min - YouTube

▶ EU MAIOR - entrevista com o montanhista Waldemar Niclevicz - YouTube

▶ EU MAIOR - entrevista com Monja Coen - YouTube 

▶ EU MAIOR - entrevista com o teólogo Leonardo Boff - YouTube
 

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

3 Formas de Vivenciar a Montanha

3 Ways to live the mountain: Alberto Iñurrategi, Leire Agirrezabala and Luis Alfonso Félix - YouTube

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

16.6.14

O que aprendi com as montanhas - Manoel Morgado

▶ O que aprendi com as montanhas | Manoel Morgado - YouTube

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

12.6.14

Como será o Amor no Futuro? Entrevistas com Regina Navarro

Tem vários autores com textos bem legais sobre amor como José Ângelo Gaiarsa, Roberto Freire, Flávio Gikovate, Alex Castro...

e, claro! a fantástica Regina Navarro! :)


Vídeo




Entrevista na Revista TPM:

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

11.6.14

Sebastião Salgado - GÊNESIS

 Sebastião Salgado. GENESIS - YouTube




Benedikt Taschen:
"Você menciona que veio a pensar em parar com a fotografia..." 

Sebastião Salgado:
 
"A fotografia é um tipo de fenômeno.
Você é parte do tema. Está ligado à câmera.
Você é parte do sistema. Tudo agindo em conjunto.
Você atinge o ponto máximo. Sabe que não conseguirá uma fotografia melhor.
Você cresce com o fenômeno. Você é parte do fenômeno. E então você sai dele.
Fotografar é um prazer imenso.


Porém, enquanto criava meu livro "Êxodos", eu me sentia péssimo.
Houve dias em Ruanda em que vi 10 mil, 15 mil pessoas morrendo, tanta violência.
Comecei a adoecer. Fui ver o médico, ele disse: "Sebastião, você tem que parar, você está indo direto para morte".

Quando voltamos para o Brasil, no lugar em que eu aprendi a ver as coisas, uma fazenda grande, tínhamos mais de 50% de floresta nativa.
Quando cheguei, encontrei uma terra morta.

Eu estava morto, e encontrei uma terra morta.
Minha esposa, Lélia, teve a idéia de replantarmos a floresta.
Nas primeiras árvores que plantamos, tive 100% de certeza de que não cresceriam.
Quando essa pequena floresta saiu do chão, todos os insetos e pássaros vieram, a vida estava lá.
A vida estava lá.
Ressurgiu em mim uma nova esperança..."


0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

7.6.14

A gente se acostuma, mas não devia.

"Eu sei, mas não devia" de Marina Colasanti recitado por Antônio Abujamra no Provocações, da TV Cultura. 

A gente se acostuma... - YouTube

0 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us

3.6.14

Vídeo: Canção de Mim Mesmo - Walt Whitman (Trechos)

Montei esse vídeo e slides com os versos que mais gosto da poesia Canção de Mim Mesmo (Song of Myself) do Walt Whitman, incluída no livro Folhas de Relva (Leaves of Grass), com outros poemas sensacionais também.

Vídeos

▶ Trechos - Poesia Canção de Mim Mesmo (Song of Myself) de Walt Whitman - YouTube



Slides




https://www.google.com/search?q=folhas+de+relva+whitman+nicholas+gimenes

3 comentários

Gostou? Compartilhe:
TwitterStumbleupondel.icio.us
Blog Widget by LinkWithin